X-FIT: um caso de sucesso na alimentação saudável

Cristiana Cardoso e Fabiano Calheiros, um belo dia, receberam o convite para apresentar os produtos da sua empresa, a X-FIT, para uma possível parceria com uma academia de crossfit. Mal sabiam eles que a reunião de negócios era uma encenação, antes de ser revelada a participação no quadro Mandando Bem do programa Caldeirão do Huck, da TV Globo.

A história foi ar ar no sábado, 25 de agosto, e já mudou completamente a vida do casal. Depois de superarem o desafio proposto pelo programa, eles ganharam um reforço e tanto para a empresa. Estrutura de cozinha, equipamentos, produtos, vale-compras em supermercado. Agora, eles tentam encontrar um espaço adequado para colocar tudo isso e triplicar a produção da X-FIT.

Na caminhada de superação durante o programa e nos próximos passos a seguir, eles contam com uma mentora especial. Caroline Scarpinelli, fundadora da La Fruteria, foi escolhida para avaliar o potencial do negócio e auxiliar nas melhorias.

Eles começaram com R$60

“O empreendedorismo entrou na minha vida através da minha mãe, que incentivava a vender as coisas desde criança. Alimentação saudável surgiu por conta do curso em Nutrição. Eu comecei a aprender e me apaixonar por Nutrição, e fui levando isso para dentro de casa. E por que não vender aquilo que eu fazia dentro da minha casa?”, conta Cristiana.

Cristiano atua na área de gastronomia há 17 anos, e sempre viu isso como algo promissor para sua vida. “Eu nunca pensei em ficar trabalhando para grandes empresários o resto da vida, sabendo que eu tinha capacidade de exercer minha função dentro do meu próprio negócio“, conta.

Ele trabalhava em restaurante e, depois do expediente, fazia jantares particulares por conta própria.

O casal começou a fazer doces para vender, mas logo viu na alimentação saudável uma oportunidade mais promissora. “Hoje em dia as pessoas estão partindo muito para a área de se reeducar. E tenho a oportunidade de ter uma nutricionista do meu lado”, explica Fabiano.

Tudo começou com R$60. Começou como uma segunda renda, mas a dedicação do casal e a forma de administrar levaram a bons resultados. “Foi aí que acreditamos. Vamos continuar porque esse é o nosso foco”, diz ele.

Os amigos foram comprando as marmitas fitness e pedindo outros tipos de produto. Assim, eles foram criando uma gama de produtos, todos sucesso de vendas.

A barreira da logística

Com a demanda crescendo, os dois enfrentaram duas grandes dificuldades: logística e atendimento ao cliente.

“A maior dificuldade foi o contato com o cliente, porque não tínhamos uma loja física. Então criamos a estratégia de divulgar pelas redes sociais. Vimos que era a melhor forma de alcançar as pessoas sem ter custo”, lembra Cristiana.

Outro obstáculo, segundo ela, foi a localização. “Moramos em uma área rural, com difícil acesso para chegar ao nosso cliente. Para isso criamos a estratégia de entregar uma vez por semana. Assim fidelizamos o cliente durante a semana, com um kit com dez refeições.”

No início, eles tiveram ajuda de Leandro, cunhado de Fabiano, além de amigos e vizinhos.

“Depois, eu coloquei meu irmão, que é motorista de aplicativo. Para nós sai até mais em conta, e ele ainda tem um ajudante. Abrimos espaço também para minha prima Fernanda, que é nossa auxiliar na cozinha. Com isso já estamos trazendo renda para três pessoas”, avalia Fabiano.

Empreender em casal, dentro de casa

A X-FIT tem um ano e seis meses, e sempre funcionou na residência do casal. Começou na cozinha americana, que logo teve que se expandir, ocupando a sala do imóvel.

Cristiana conta que a transformação da cozinha foi acontecendo aos poucos. “Conforme fomos vendo a necessidade, fomos adaptando para atender melhor nossos clientes.”

“A cozinha americana juntamos à sala, tivemos que abrir mão do nosso conforto, desfizemos da nossa sala e deixamos o espaço todo para produção. Quando você gosta de fazer aquilo, passa a abrir mão de algumas coisas no seu conforto para criar algo maior”, lembra Fabiano.

A relação do casal, que antes não dividia vida pessoal e empresa, foi um dos pontos de atenção da mentoria de Caroline Scarpinelli.

Segundo Fabiano, hoje os dois se comportam como dois sócios. “No nosso momento de trabalho, somos colegas de trabalho. Depois do trabalho, aí sim, temos nosso momento de casal. Isso ajuda a desenvolver melhor nosso trabalho e nos entendermos mais como empresários.”

Empreendedorismo no Brasil é como jogar videogame. Ou você morre ou passa de fase. E nós conseguimos passar de fase. – Fabiano Calheiros

“Empreender em casal tem que ser uma balança. Tomamos todas as decisões juntos. Eu fico mais com a parte administrativa, atendimento ao cliente e compras, mas também fico na produção. Tem que meter a mão na massa mesmo”, diz Cristiana.

Mandando Bem

O quadro Mandando Bem, do programa Caldeirão do Huck, busca capacitar e equipar empreendedores com potenciais negócios. Uma das atividades do casal nessa empreitada foi um workshop com Lorena Abreu, personal chef e consultora que ensina como reaproveitar alimentos saudáveis.

x-fit no mandando bem caldeirao do huck
Cristiana e Fabiano aprenderam a reaproveitar alimentos para criar receitas fit (Foto: TV Globo)

Depois de uma jornada de aprendizado e mentoria, os empreendedores ficaram cara a cara com uma banca de investidores, formada por três especialistas, para vender seu plano de negócios.

x-fit no mandando bem caldeirao do huck
Fabiano e Cristiana apresentando a X-FIT no Mandando Bem (Foto: TV Globo)

“Desde o início, o que mostrou para eles que valia a pena acreditar foi o nosso comprometimento com o cliente”, analisa Cristiana.

A participação no programa, segundo ela, abriu seus olhos para muitas coisas. “Foi um aprendizado muito grande e está nos dando muito suporte. Aprendemos muito sobre divisão de tarefas, porque quando o negócio é dentro de casa fica complicado separar o que é casa e o que é empresa.”

Para Fabiano, o Mandando Bem realmente veio em boa hora. “Devido a nossa cozinha não ter uma estrutura industrial, veio em uma boa hora. Com todos aqueles prêmios, o programa veio para somar.”

A mentoria, para ele, foi a parte mais importante. “Hoje eu vejo que a X-FIT não é só cozinhar. Nós temos que entrar em toda a área da alimentação saudável. A mentoria trouxe um campo maior para nós. Não oferecíamos, por exemplo, um cardápio vegano.”

Caroline Scarpinelli, a mentora, diz que o que me chamou atenção foi a paixão do casal pelo negócio.

“Eles são apaixonantes, são pessoas que passam verdade. A todo momento, eles demonstraram uma preocupação enorme com o cliente, com a qualidade, limpeza, organização. O que faltava para eles era alguém para organizar a casa. O mais difícil eles têm: amor pelo negócio e ética. Eles são empreendedores de verdade.”

Meta é triplicar o negócio

Depois da participação no Caldeirão do Huck, Caroline agora espera muito trabalho dos empreendedores. “Agora é ter pé no chão e calma, porque tem uma longa estrada pela frente. Esse foi só o primeiro passo.”

Com tudo que ganharam, eles têm a chance de triplicar o negócio. “Com a estrutura que temos hoje, conseguimos entregar 500 a 600 marmitas por semana. Imagina com tudo isso que ganhamos? É triplicar nosso negócio!”, comemora Fabiano.

“Sempre tivemos dificuldades mas nunca pensamos em desistir. Sempre pensamos de que maneira iríamos passar por aquela dificuldade, mas sempre persistindo”, lembra Cristiana.

O momento é de reestruturação, de encontrar um novo espaço que comporte os prêmios recebidos, para atender os clientes dentro dos padrões de vigilância sanitária. “Estamos caminhando, degrau por degrau, para colocar a casa em ordem agora”, ela conta.

A X-FIT é minha vida, eu respiro X-FIT. É o que nos move e o que nos faz levantar todo dia. – Cristiana Cardoso

Para Fabiano, a luz do sol só brilha para quem madruga. “A verdade é essa. Sempre nos dedicamos ao cliente. A honestidade, simplicidade e dedicação nos ajudaram bastante.”

O Fabiano participou do #MandandoBem e deixou um recado pra quem é empreendedor. Se liga só! #Caldeirão

Uma publicação compartilhada por Caldeirão do Huck (@caldeiraodohuck) em

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *