Valuation: como calcular o valor da sua empresa

Muitas micro e pequenas empresas e, sobretudo, as startups precisam de investimentos externos para se desenvolverem. Algumas, por exemplo, já surgem com propósito de venda. Na hora de captar investidores, você saberia calcular o valor do seu negócio (valuation, em inglês)? Como ter a certeza se o valor oferecido pela empresa, é o que ela realmente vale?

A terminologia “valuation” é por definição a análise financeira e quantitativa de um empreendimento, pelo fluxo de caixa e as projeções do negócio. A partir disso, é possível estipular valores para captação de capital com investidores, sócios e instituições financeiras.

Calcular o valuation
Para quem procura por investidores, é necessário calcular o valor da empresa

O que é preciso para calcular o valuation?

Em primeiro lugar, para analisar uma empresa do ponto de vista financeiro é preciso ter os atributos técnicos do mercado e do setor em que se atua. Além disso, recomenda-se que tenha o mínimo conhecimento sobre gestão financeira e contabilidade.

Isso porque os relatórios de faturamento, por exemplo, são utilizados para avaliação do valor do negócio. No entanto, é fundamental ter em mente que os resultados do valuation não são fixos já que não há uma forma definitiva e única de cálculo.

Por isso, após definir qual será o valor da empresa e o propor a um investidor, deve-se ter sempre em mente quais argumentos e premissas levaram a essa decisão. O valor de cada aspecto de um empreendimento pode variar de investidor para investidor, dependendo da percepção dele.

Vantagens dessa prática

Todas as etapas para calcular o valor de uma empresa são importantes instrumentos para gestão financeira. Ao realizar o valuation, o empreendedor conseguirá reconhecer os pontos fracos e fortes da empresa. E, dessa forma, gerar uma melhor organização financeira e contábil. O que pode impulsionar os investimentos e crescimento do negócio.

Além disso, os gestores poderão prever riscos, reduzir gastos e projetar novas aplicações financeiras para o desenvolvimento da empresa.

Para começar a calcular o valor do seu negócio, é preciso acreditar no seu propósito. Mas também usar ferramentas que auxiliem e possam atestar o valor definido. Confira algumas possibilidades:

Como calcular o valor de uma empresa?

O primeiro passo para calcular o valor de uma empresa é determinar o controle das finanças e das obrigações tributárias. Com um planejamento financeiro e em dia, é possível calcular a quantia necessária para captação de investimentos externos.

Planilha para valuation
Para realizar o valuation, é preciso ter organização financeira

Atualmente, o método mais usado para realizar o valuation da empresa é trazer para o valor presente os resultados de fluxo de caixa futuros. Ele possui três grandes etapas:

⇒ Estimar o fluxo de caixa, ou seja, o montante recebido menos o montante gasto da empresa para os próximos períodos;

⇒ Determinar a taxa de desconto, baseando-se no risco da empresa de acordo com outras oportunidades de investimento, como a bolsa ou a poupança;

⇒  Trazer os resultados para o valor presente e somá-los.

Conheça algumas técnicas de valuation

Existem algumas técnicas que são utilizadas para calcular o valor de uma empresa. Como por exemplo, o fluxo de caixa descontado. Vejamos a seguir:

Fluxo de Caixa Descontado
O Fluxo de caixa descontado (FDC) é feito a partir do registro das entradas e saídas de recursos do caixa de um negócio. Com base no total do fluxo de caixa registrado durante um tempo, junto com outros fatores, são realizados cálculos para saber o preço de uma empresa.

Essa técnica considera vários aspectos, como riscos do mercado e futuros investimentos, que podem influenciar o crescimento e faturamento de um empreendimento.

No entanto, é preciso ter cuidado para não exagerar na subjetividade de muitos aspectos, como por exemplo, projetar um ambiente muito positivo para o negócio. Em vez de contribuir, isso pode ameaçar a venda ou um investimento. O ideal é balancear os fatores.

Contas para valuation
As contas são necessárias para apresentar um valor embasado para um possível investidor

Além do Fluxo de Caixa Descontado, existem outras formas de calcular o valor de um negócio, como:

Valor Patrimonial Contábil
Calcula o patrimônio líquido de um negócio a partir do cálculo da diferença entre os bens ativos e passivos do empreendimento. Ou seja, com a subtração das dívidas do lucro total, é feito o balanço da empresa.

Múltiplos de Mercado
Esta técnica procura o valor médio do negócio, a partir da comparação com outras empresas do mesmo segmento no mercado.

E quando não há dados suficientes?

Microempreendedores individuais (MEI) e startups com seus protótipos de empresas, muitas vezes, não dispõem de muitos dados internos, conhecimentos e informações sobre o mercado financeiro.

Para suprir essa carência, especialistas recomendam buscar formação em cursos especializados em contabilidade. Para aprender a estabelecer rotinas contáveis, como a produção de relatórios e análises de fluxo de caixa.

Para as startups esse pode ser um desafio ainda maior, já que elas precisam de um investimento para dar o pontapé em suas atividades. Nesse caso, é preciso ter os seguintes cuidados:

Os investidores têm receio por colocar capital em startups, devido ao alto nível de incerteza e mortalidade. Eles preferem investir apenas em startups que tenham alto potencial de retorno. Para compensar, inclusive, os investimentos que foram feitos em outras pequenas empresas e que não deram certo.

Por isso, muitas vezes os investidores colocam altas taxas de desconto para terem a garantia de que a startup investida tenha potencial de compensar qualquer perda.

De toda forma, sejam startups, microempreendedores ou pequenos empresários que desejam captar investimentos ou vender seus negócios, é preciso fazer o valuation. Calcular o valor de uma empresa é extremamente significativo para controle e planejamento interno também.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *