Ele empreende fazendo diferença na vida corporativa

Ele empreende há dez anos e hoje tem a missão de transformar vidas no mundo corporativo. É sócio-diretor da Love My Jobs, empresa especializada em treinamentos, palestras e consultorias focados na emoção e no ser humano. Na Feira do Empreendedor 2018, nós conversamos com Renato Ribeiro.

Renato é um apaixonado por histórias. E foi justamente uma história pessoal, na própria família, que o fez entrar no mundo do empreendedorismo. “Eu tive um problema na minha história, com meu pai. Ele adoeceu e ficou em sistema home care dentro de casa. A partir dessa situação, eu acabei descobrindo que eu tinha um talento, que era algo visceral em mim: ajudar as pessoas a viverem suas histórias de maneira espetacular”, conta.

Assim ele criou a PazCientes, que tem o objetivo de ressignificar histórias de pessoas que estão no fim da vida. Com a empresa, Renato atende pessoas de alto padrão, presidentes de empresas, vice-presidentes e até celebridades. Uma vez, uma dessas pessoas disse um frase que tocou Renato profundamente: você ajuda as pessoas a darem um ponto de reinício em suas vidas.

“O problema que eu tive com meu pai, na verdade, me impulsionou a ouvir histórias e ajudar essas pessoas a transformarem suas histórias, mesmo estando em uma situação de vulnerabilidade emocional, que é a situação de uma doença.” Esse ponto de reinício foi o que motivou o empreendedor a criar a Love My Jobs.

A empresa oferece consultorias e treinamentos usando a mesma técnica da PazCientes, para fazer a diferença também na vida corporativa. “Nós acreditamos que uma pessoa que está doente é muito semelhante a uma pessoa que está trabalhando. Porque ou ela está internada num hospital ou ela está internada dentro do trabalho. O nosso trabalho é resgatar histórias.”

Para Renato, podemos não gostar do trabalho que temos, do negócio que temos, da família que temos. Mas nós não estamos livres de viver a própria história. “O nosso trabalho é focado em resgatar histórias e descobrir qual o ponto de reinício que você tem que ter para viver sua história de maneira espetacular”, ele explica.

Treinamentos inovadores são o diferencial

A Love My Jobs tem entre seus valores o ser humano completo. A forma como ele se relaciona no trabalho tem ligação com a sua casa, sua família, seus amigos.

A missão da empresa é ajudar o colaborador a pensar na história que ele quer construir, mas é bem diferente das consultorias que vemos por aí. Eles não têm nada de prateleira. A partir da demanda que é apresentada, Renato e sua equipe ciram uma experiência em aprendizagem corporativa.

Seus treinamentos e palestras são conhecidos por serem verdadeiros shows. Ele inova com recursos criativos, inclusive a gamificação. “Estamos vivendo em um mercado muito rápido. Quando você acha que está fazendo alguma coisa nova, já tem alguém fazendo algo novo, em cima do que era novo para você. Nos nossos treinamentos, nos preocupamos em criar uma experiência para as pessoas. E isso nunca é baseado no que nós achamos. Temos técnicas para descobrir o que as pessoas querem ver ou o que elas nunca viram.”

Dinheiro deve ser consequência

Renato lembra que esse conceito de que “dinheiro é uma consequência” já virou um bordão de consultor ou palestrante. Mas é uma verdade. “Eu acredito que dinheiro é igual a oxigênio. Se você não tem, fica desesperado para ter. Mas se você tem, você passa a respirar.”

Para ele, o empreendedor não pode achar que precisa de todo o dinheiro do mundo. “Não sei se as pessoas sabem, mas na atmosfera, somente 20,95% são oxigênio. O resto são outros gases. Então, você não precisa de todo o dinheiro do mundo para montar o seu negócio. Dinheiro não é o mais importante. Quando você toca no propósito do seu negócio, dinheiro passa a ser uma simples consequência.”

Uma dica de Renato Ribeiro para você, empreendedor?

Antes de você querer montar um negócio para ganhar dinheiro, descubra o que é visceral para você. O que faz você dar um salto da cama todos os dias e empreender. Isso sim vai fazer diferença na sua jornada empreendedora.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *