Quem são os Millennials, empreendedores do momento

Os millennials, também conhecidos como geração Y, nasceram a partir dos anos 1980 e são considerados nativos digitais. Eles cresceram na mesma proporção que a tecnologia consolidou um novo padrão de vida, diferente do que o mundo observou com os baby boomers, nascidos a partir de 1940.

A geração Y é, sem dúvidas, a mais conectada e que passa a maior parte do tempo consumindo mídia online na forma de vídeos do YouTube, Facebook, Twitter, Snapchat e Instagram. Por isso, seus integrantes possuem o sentimento de que a conexão digital permeia tudo o que fazem.

Eles têm sede por conhecimento, gostam da mudança e experimentação. E o mundo dos negócios não está ileso a isso. Os millennials também estão mudando a forma de pensar a economia e quebrando paradigmas no trabalho.

Millenniais como empreendedores
Os millennials são caracterizados por sua disposição ao mundo digital

Suas maiores inspirações são Steve Jobs e Mark Zuckerberg, criadores da Apple e do Facebook, respectivamente, e que obtiveram sucesso profissional ainda jovens.

Mas, em questão de pouco tempo a geração Y será a maioria no mercado de trabalho. O que isso influencia no modo de trabalho brasileiro? A resposta é que os jovens já não se acomodam em uma função ou em uma carreira estagnada.

De acordo com uma pesquisa feita pela SocialBase, 49% deles projetam empreender como o seu próximo passo na carreira. E muitos já conseguiram atingir esse feito. Com o grande sucesso de algumas startups, especialmente no setor da tecnologia, a aspiração por novos empreendimentos tem crescido.

Insatisfação com o modelo tradicional

A grande maioria dos millennials acredita que a cultura corporativa está ultrapassada.  Segundo um estudo exclusivo realizado pela MindMiners, em parceria com o Grupo Padrão, parte deles está insatisfeita com o ambiente e com a rotina proposta pelo modelo tradicional.

Os integrantes da geração Y também condenam os horários rígidos e a forte hierarquia que as grandes corporações seguem. Eles desejam atuar em negócios inovadores que fogem aos padrões das empresas que seus pais ou avós trabalhavam.

O objetivo é inovar e poder criar. Por isso, o empreendedorismo é visto com bons olhos por eles, já que é uma alternativa para que trabalhem com o que gostam. Muitos encontram nesta prática o caminho para uma vida profissional mais relevante e satisfatória.

Millennials como empreendedores
Os millennials buscam a realização profissional através de empreendimentos

Para eles, atingir sucesso na carreira é atuar com algo que esteja ligado a um propósito maior, que gere impacto positivo e contribua para fazer alguma diferença na vida das pessoas. O valor social é maior do que o cai nas suas contas ao final do mês.

O empreendedorismo dos millennials

O Sebrae disponibiliza o e-book “Millennials – Os empreendedores do momento”, que traça o perfil destes jovens que  utilizam a tecnologia e a inovação para atuarem em um mercado cada vez mais competitivo.

Estamos caminhando para um futuro em que começar um empreendimento será uma opção tão natural como seguir nas profissões da área da Saúde, Comunicação, Engenharia ou Direito. Os jovens procuram liberdade de criação e não desejam mais ficar presos aos padrões dos modelos tradicionais de trabalho.

. 5 características do empreendedor do futuro

Eles são digitais, modernos, ágeis e desbravadores. Estão na internet e seus empreendimentos também. Então, se você quiser que a geração Y encontre sua empresa, as redes sociais são um caminho para seguir. Não somente os millennials esperam que as marcas estejam disponíveis na rede, mas eles querem ser envolvidos por elas.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *