Como escolher o melhor ponto para a sua loja física

Se você já sabe qual negócio vai abrir, está na hora de pensar onde a sua loja física ficará localizada. Assim como é importante definir o mercado em que ingressará, o ponto da loja também é fundamental para que o empreendimento tenha sucesso.

Não pensar logo, no início do projeto do negócio, em qual lugar a loja estará localizada é um erro cometido por muitos empresários que estão iniciando no mercado. É  preciso escolher um ponto estratégico, ou irá perder clientes sem nem mesmo eles saberem da existência da marca.

loja física

Na hora de escolher qual é o melhor ponto para a loja física, é preciso levar em consideração os quatro P’s do marketing. São eles: preço (pricing), produto, ponto e propaganda. Porém, é importante ressaltar que não existe uma fórmula para saber qual é o melhor ponto. Mas é  necessário ficar atento aos fatores que podem mudar o comércio.

E como saber que o ponto escolhido para a loja física é o melhor? Existem diversos fatores que podem contribuir para que o negócio prospere e tenha sucesso. Confira alguns desses fatores nas dicas de como escolher o ponto ideal para sua loja física.

Mapeie o local desejado para a loja física

Observe se o local é adequado para abrir um negócio, converse com moradores e funcionários de outras lojas. Analise também se há comércio e movimento no bairro em questão.

Veja também se há possíveis concorrentes próximo ao ponto desejado. Isso poderá ajudar a aumentar a procura pelo seu negócio. Exemplo: se há uma loja de roupas próximo, abra um empreendimento de corte e costura.

Circulação de pessoas

Analise se há estações de metrô e trem, além de ponto de ônibus próximo ao possível local da loja.  É  importante que haja movimentação de pessoas, que a loja esteja em um ponto não apenas de passagem do público mas também que traga para dentro da loja.

Veja também se existem obras que possam trazer mais movimento para a região. É preciso pensar se daqui a alguns anos o local ainda estará propício a ter movimentação de pessoas.

Público-alvo

É importante que o público-alvo da sua loja esteja presente no local ou bairro em que você irá abrir o empreendimento. Seu negócio não terá sucesso se ele estiver em um bairro que não esteja condizente com o público-alvo.

Exemplo: se a sua loja for de roupas populares, ela deverá estar localizada em um local onde pessoas comprem essas mercadorias. E não em um bairro de classe alta, onde será mais difícil de que os consumidores usem essas roupas.

Acessibilidade

É  importante que perto da loja tenha locais para estacionar o carro e moto, para clientes que possam ter veículos, além de pontos de ônibus e estações de trem e metrô, como já dito anteriormente.

Verifique também se o local é acessível para pessoas que possuem deficiência física. Os clientes gostam de ver quando a marca se preocupa com o seu público.

Estrutura e fachada

Quando for escolher a loja, confira se ela atenderá à demanda do seu negócio. Se for um empreendimento de vestuário, veja se há espaço para expor as roupas em araras além de ter um local para colocar os provadores. Não se esqueça de ter um espaço para guardar o estoque.

Já para a fachada é importante levar em consideração se a entrada da loja tem uma boa aparência e se ela chama a atenção das pessoas que estão passando.

Aluguel

Outro ponto a ser considerado na hora de escolher o local da loja é o valor do aluguel. Em locais comerciais costuma ser mais caro. O bairro também costuma influenciar no preço de um aluguel de loja. Por isso, pesquise bem os preços antes de fechar um contrato.

Cuidados ao escolher um ponto

Todo negócio tem riscos na hora de ser colocado em prática, mas alguns podem ser minimizados com alguns cuidados. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) separou algumas dicas que o empreendedor precisa ter na hora de escolher o ponto para a sua loja física.

Fique longe de locais que causem sensação de insegurança. No caso de lojas de rua, por exemplo, as praças mal iluminadas.

Tente não optar por locais em últimos andares ou em corredores sem saída, pois apresentam pouco movimento.

Encontre um diferencial para o negócio; concorrentes existem em qualquer empreendimento.

⇒ Olhe o mapa da cidade em toda sua amplitude e tente detectar as principais necessidades locais; áreas consideradas nobres não são as únicas opções para bons pontos comerciais.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *