Ligado em Série: como a paixão por séries virou negócio de sucesso

O site de séries e TV mais seguido do Brasil. Hoje é esse o status do Ligado em Série, famoso entre os amantes de séries e TV.

Nome por trás de todo esse sucesso, Bruno Carvalho é crítico e colunista, advogado e fã incondicional da categoria, desde que foi fisgado pela famosa sequência de Friends, em 1994.

A história de Bruno começou em 2006, quando criou o site Falando Série, no portal Cinema em Cena. Em 2007 foi convidado pelo iG para idealizar e desenvolver o projeto Ligado em Série. Em 2011, o site seguiu carreira solo na versão atual.

Bruno conta que, definitivamente, o movimento #DubladoSemOpçãoNão foi fundamental para o Ligado em Série. O crítico foi um dos “cabeças” do movimento junto a outros sites do tipo.

“O movimento cobrava opção de áudio e legendas de canais de TV paga que começaram a dublar a programação sem aviso, na era pré-digital”, explica.

Ligado em Série print
O Ligado em Série é o site de séries e TV mais seguido do Brasil

Empreendedorismo digital

Em uma era em que tecnologia e inovação são a ordem do dia, era de se esperar a propagação de negócios cada vez mais digitais. É nesse ambiente que o empreendedor digital aparece e ganha mercado.

Ele consegue trabalhar exclusivamente no meio digital, e obter lucros mesmo com uma estrutura mínima. Normalmente, esse tipo de empreendimento requer menos investimento do que um negócio físico, offline. E promete retornos mais rápidos.

Mas, tornar-se um empreendedor digital, segundo Bruno, não foi nada planejado.

Criei o site por puro hobby há 12 anos e à medida em que os leitores foram chegando e o site foi ganhando notoriedade, os anunciantes foram aparecendo. Foi algo natural e cadenciado.

Nesse tipo de site, focado em conteúdo, o empreendedor ganha dinheiro por meio de parcerias e publicidade. Há também os que fazem permutas, patrocínios ou ganham ingressos e viagens para escrever e compartilhar sua experiência com o público.

Enquanto muitos empreendedores digitais saem em busca de grandes players, Bruno conta que no seu caso, geralmente, o caminho é inverso. “Não faço o site com o foco comercial, faço porque gosto. As parcerias e anúncios, quando vêm, são espontâneos e muito bem-vindos.”

A era do conteúdo

Bruno Carvalho Ligado em Série
Bruno Carvalho, o nome por trás do Ligado em Série

Produtores de conteúdo ganham cada vez mais espaço na internet. Enquanto antigamente éramos bombardeados pela propaganda nua e crua, hoje cada vez mais as marcas investem no conteúdo que educa e conquista o leitor, consumidor em potencial.

Nesse contexto, sites de conteúdo vêm crescendo em audiência, com públicos cada vez mais nichados.

No Ligado em Série, Bruno explica que não faz um planejamento específico do que vai publicar. Na maioria das vezes, a demanda dita qual será o conteúdo.

“Existem assuntos que ressonam mais com a audiência e séries que geram mais interesse. A ideia é deixar sempre o site com a minha cara. Tento evitar falar de temas que não domino ou que simplesmente não gosto por audiência.”

Ele revela que ao escolher o assunto sobre o qual vai escrever, leva em consideração dois pontos:

1) o que sabe;

2) o que gosta, mesmo que menos pessoas vão ler.

Segundo ele, o público do Ligado é muito ativo por meio das redes sociais. “Faço questão de, sempre que possível e dependendo do volume, responder a todos. Nas redes prefiro a interação no Twitter, que é mais pessoal e genuína.”

A rotina dividida

Quando o assunto é influenciador digital, uma dúvida que sempre surge é: essas pessoas são influenciadores 24 horas por dia? Como fica a separação entre vida pessoal e trabalho?

Para Bruno, isso parece ser uma atividade bem natural, sendo mais um hobby do que um trabalho. Ele mesmo revela que não gostaria de transformar o site em seu único ganha-pão.

“Infelizmente não consigo viver 100% do site, e até não gostaria. Quando vira obrigação não é legal. O site é um hobby que divido com os meus leitores e tem períodos quando estou mais ou menos ativo. Depende mais do conteúdo e das oportunidades de cobertura.”

Mesmo com todo o sucesso do Ligado em Série, hoje essa atividade não é sua principal fonte de renda. Bruno também atua como advogado de consultoria, dividindo ambas funções há 12 anos. “Porém, trabalhando internamente em escritório tenho a possibilidade de estar sempre ‘ligado’ com o que acontece no mundo das séries.”

As estratégias

O Ligado em Série não possui uma equipe fixa. Na maioria das vezes, quando precisa de ajuda, Bruno contrata repórteres freelancers para determinadas pautas, períodos de alta ou coberturas que não consegue fazer. Além disso, alguns amigos pessoais colaboram com o site quando querem.

Para quem quer se tornar um empreendedor digital, produzindo conteúdo relevante na internet, ele indica:

1) “Fale sobre o que você sabe, com propriedade”;

2) “Fale sobre algo que gosta, pois se der certo, você falará muito disso”.

Isso vale tanto para texto quanto para vídeos e posts em redes sociais. “Fale sobre o assunto que domine e goste.”

A mesma orientação serve para promover os conteúdos. Se antes diziam que a propaganda era a “alma do negócio”, parece que o jogo virou e, hoje, ter um bom conteúdo é muito mais importante.

Para a divulgação, segundo Bruno, a melhor estratégia é produzir conteúdo original, relevante e de qualidade. “Essa é a melhor divulgação. Do contrário, gastará dinheiro para promover algo que não é bom.”

E é justamente esse conteúdo relevante que vai trazer parcerias e anunciantes. Eles podem gerar uma renda extra ou até mesmo proporcionar experiências incríveis que você não conseguiria de outra forma, ou teria que desembolsar um bom dinheiro para isso.

Se o conteúdo é bom, os leitores e seguidores vão aparecer. Pode demorar, mas vão. E, com eles, os anunciantes. Não há mágica, esse é o caminho natural e orgânico.

“O sucesso é a consequência”

Na hora de produzir qualquer conteúdo, é preciso tomar alguns cuidados. “Ser autêntico, não ter medo de dar sua opinião, preferencialmente fundamentada, e, principalmente, não fazer em busca do resultado. Faça o que fizer, faça bem que o sucesso é a consequência.”

Bruno segue dividindo sua rotina e prefere não fazer muitos planos a longo prazo para o site. “Deixo levar e ver onde dá. O site já me levou para vários cantos do mundo, conheci muitas pessoas e tive muitas oportunidades bacanas, seja em set visits, entrevistas e etc. Se continuar assim, tá ótimo!”

Em meio a outros sites que produzem conteúdo do mesmo assunto, ele segue reconhecido como “o site de séries e TV mais seguido do Brasil”, sem expectativas de perder esse posto.

Mas, essa não parece ser uma preocupação para Bruno. Em relação à concorrência, ele mostra que fazer o que gosta é muito mais importante do que competir nesse meio. “Não faço o site para competir com ninguém, até porque existem sites de todos os tipos, maiores e menores. Faço porque gosto!”

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *