Lições de marketing de Pedro Filizzola, da Samba Tech

Líder na América Latina em soluções para vídeos online, a Samba Tech hoje é reconhecida no mercado por oferecer uma das melhores plataformas de hospedagem, gestão e distribuição de vídeos.

Conversamos com Pedro Filizzola, diretor de marketing da Samba Tech, no evento .Futuro, que aconteceu nos dias 17 e 18 de maio no Rio de Janeiro.

Samba Tech

De acordo com uma pesquisa da Cisco, em 2017, 69% do consumo de internet no mundo foram vídeos. Em 2019, essa porcentagem subirá para 80%. A Samba Tech aposta desde 2009 que comunicação digital por vídeos online é a tendência.

Sua plataforma cuida de ponta a ponta da hospedagem, gestão e distribuição dos vídeos de pessoas e empresas. Centenas de empresas usam hoje a tecnologia da Samba Tech para soluções como treinamentos e comunicação corporativa, EAD (Ensino a Distância), TV na internet ou geração de leads, por exemplo.

Para Pedro Filizzola, o principal ponto trabalhado dento da Samba, e que deu muito certo, é colocar em prática.

Uma ideia é só uma ideia. A diferença das empresas inovadoras para as que não são inovadoras é justamente a execução. Falamos muito de inovação disruptiva e de processos, mas no final das contas, a inovação precisa ter princípio, meio e fim. Precisa ser algo tangível.

Para ele, um empreendedor só consegue seu lugar ao sol e cresce exponencialmente se executar e falhar. “Um conceito que usamos muito na Samba é o fail fast. Falhe rápido e barato, experimente, que uma hora essa inovação vai acontecer e isso vai te ajudar a crescer.”

Pedro acredita que o Brasil tem um cenário favorável ao sucesso. Para ele, o país tem se desenvolvido e não fica muito atrás de outros mercados internacionais.

“O capital humano que temos no Brasil é um diferencial. As pessoas aqui realmente são brilhantes, têm o conhecimento e têm buscado inovações que resolvam problemas reais. Acho que temos conseguido deixar nossa marca.”

De olho nas tendências

Em um mundo em constante transformação, tudo muda o tempo todo. Para o profissional de marketing, lembra Pedro, é importante acompanhar as tendências.

“O principal ponto é focar nas tendências de mercado. Eu estudei na faculdade os 4 Ps de Kotler. Hoje eu lido com inbound marketing, growth hacking, marketing de conteúdo e marketing com influenciadores. Todos conceitos novos.”

Pedro lembra uma vez em que estava participando de um evento em Belo Horizonte, junto a outras startups, e esse era o assunto. O quanto o mercado é dinâmico e volátil.

“Se você for de marketing e resolve tirar um ano sabático, quando você voltar as coisas vão ter mudado completamente. Isso é uma característica muito importante e fundamental para o profissional moderno. É estar sempre atento a quais são essas novas tendências e quais são os comportamentos dos clientes e do mercado. Para então poder, em cima disso, conseguir aplicar e desenvolver suas estratégias de marketing para ajudar no crescimento da empresa.”

Vídeos na estratégia de marketing

A Samba Tech usa tecnologia de ponta para fazer toda a hospedagem, gestão e distribuição de vídeos. Hoje trabalham com clientes de diversos segmentos. “O primeiro passo, e o mais importante, é saber por que você está produzindo vídeo”, ressalta Pedro.

Ele dá exemplos concretos de objetivos da produção de vídeo, dentro de uma estratégia de marketing, de acordo com o tipo de cliente:

– Instituição de ensino: “Você vai estar produzindo um conteúdo, que é uma videoaula, para passar a mensagem de uma forma mais dinâmica e interativa”.

– Empresa ou corporação: “Vai estar produzindo vídeo para se comunicar com uma audiência externa, fazer uma campanha de marketing, engajar mais seus usuários, ou vai estar produzindo conteúdo para treinar seus funcionários e fazer a informação circular de forma mais interessante”.

– Grupo de mídia e entretenimento: “Está produzindo conteúdo para passar a mensagem para sua audiência e fazer aquele conteúdo ser pulverizado para diversas pessoas”.

Em todos os casos, Pedro lembra que o primeiro passo é entender qual é o seu objetivo. “E a partir disso você vai customizando junto ao seu público-alvo, para passar essa mensagem da melhor forma possível.”

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *