Independência financeira: o sonho de todo mundo

Quem nunca sonhou em alcançar uma independência financeira? Para os empreendedores, é um estágio da vida muito importante, que vai proporcionar capacidade e disposição para outros desafios.

Esse status é almejado por muitos, porém poucos conseguem conquistá-lo. Imagina ter autonomia liberdade tudo o que quiser. No entanto, as coisas não funcionam dessa forma. Para chegar a esse estágio é preciso muito planejamento. Preocupar-se desde cedo com sua saúde financeira pode ser crucial no atingimento dessa meta.

Independência financeira para empreendedores
Independência financeira é fundamental para os negócios

Muitas pessoas vivem durante muito tempo na dependência do dinheiro, mas isso é reflexo de terem trabalhado por anos sem um plano econômico eficiente. Você já teve a sensação de trabalhar durante o mês todo e no final não sobrar quase nada? Então, isso é dependência.

Na vida, são dois momentos bem clássicos de quando as pessoas acreditam ter encontrado a independência financeira. O primeiro deles é quando um jovem começa a ganhar o próprio dinheiro e passa a pouco depender dos pais.

Já o segundo momento é bem mais a frente, já quando adulto. Geralmente é um casal, que está se estabelecendo e já pode viver apenas dos rendimentos: aluguéis, investimentos e poupança. Nessa fase, salário não é tão essencial assim.

A independência financeira pode ser interpretada de diversas maneiras. Ela não necessariamente significa ter um bom salário, ou um emprego estável ou então simplesmente não depender de outra pessoa. Confira as dicas que daremos a seguir, pois você verá que ela não é assim tão difícil de ser conquistada!

Independência financeira: o que é e como conseguir

Diversos temas podem estar associados quando se fala sobre essa assunto, tais como Economia, negócios, orçamento, finanças, riqueza.

Em geral, a independência financeiramente se concretiza quando há orçamento equilibrado e reservas suficientes para viver delas sem depender de um salário. Essa a definição é a mais praticada pela maioria das pessoas, mas há significados pessoas intermediários. Alguém pode se considerar independente financeiramente, por exemplo, porque conseguiu comprar um aparelho de celular de última geração.

O termo, quase que em todos os casos está associado à liberdade. De comprar algo que deseja sem se endividar ou de conseguir viver de renda sem se preocupar com trabalho.

Nesse processo, os investimentos são primordiais. No caminho até a independência, é preciso fazer escolhas inteligentes para o seu dinheiro. Abrir mão de alguns consumos hoje, para usufruir no futuro.

Você pode tentar fugir dos juros altos e sair da caderneta de poupança, mas não será tão fácil assim do que parece. É um conjunto de fatores que levarão à independência. Você já se imaginou daqui a 30 anos? Então comece a já ir pensando nesse detalhe muito importante!

No entanto, para fazer as escolhas certas, você precisará entender quais são os quatro estágios da independência financeira. Fica ligado nas explicações.

Confira os estágios da independência financeira

Seja qual for a ideia de independência financeira que você tenha, ou então o caminho que vai percorrer até chegar lá. O mais importante é que são quatro estágios. Então confira abaixo quais são essas etapas que deverá percorrer.

1º) Liberdade do ciclo salarial

Esse é o primeiro estágio a ser alcançado, mas não é fácil. Esse significa quando a pessoa se vê livre da necessidade de receber um salário todo mês. E isso acontece porque fez reservas consideráveis e investimentos que geraram renda. Essa reserva permite a independência, ou seja, não depender de salário, por algum tempo.

Não é somente ter uma renda para o caso de emergência. Mas poder manter o padrão de vida com dinheiro, sem depender de um salário mensal. Dificilmente esse estágio é conquistado por jovens, que ainda dependem dos pais.

2º) Liberdade das dívidas

A vida de muitos candidatos é resumida em. Cartão de crédito, empréstimo e financiamento são recursos usados por muitas pessoas para conseguirem conquistar o que querem. No segundo estágio, a independência financeira surge da ausência de dívidas. E, consequentemente, de juros. O que permite a compra de valores altos, como investimentos ou imóveis, sem ter que contrair novas dívidas.

3º) Liberdade do emprego

Nesse estágio, sua receita principal pode faltar, porque você tem, pelo menos, uma segunda fonte e poderá viver assim por mais tempo sem muita dificuldade. É uma evolução do primeiro estágio, essencial para famílias. A independência vem no fato de a mãe poder abrir mão do emprego para cuidar do filho. Ou do pai de mudar de carreira. Mas ainda é preciso ter cuidado com os gastos e saber investir o dinheiro para o futuro.

4º) Liberdade total

Então  o último estágio é reflexo do que se colheu, vivendo com os rendimentos da aplicação Dessa forma, o retorno deles supera o gasto. É a liberdade do trabalho, tão almejada, e conseguida geralmente com mais idade. Aqui, você não precisará ter um emprego para se manter.

São diversas liberdades, como: financeira total, para realizar os seus sonhos, como abrir o seu próprio negócio ou comprar um apartamento. Os retornos delas superam os gastos mensais de forma segura.

É a liberdade do trabalho, tão almejada, e conseguida geralmente com mais idade. Aqui, você não precisará ter um emprego para se manter.  É uma liberdade financeira total, para realizar os seus sonhos, como abrir o seu próprio negócio ou comprar um apartamento.

6 dicas para conseguir sua independência financeira

Qual é o seu estágio da independência financeira? Independentemente da fase que esteja, o importante é saber que para avançar nessa liberdade, só depende de você. Portanto, confira algumas dicas importantes para você começar a conquistar a sua independência financeira.

  •  Faça um planejamento financeiro – Já falamos essa dica aqui mas vale reforçar. É o planejamento que vai ajudar a controlar suas finanças e fazer seu dinheiro render. Com ele você saberá para onde seu dinheiro está indo e para onde deveria ir.
  •  Pense a longo prazo – Se você quer conquistar a independência financeira vai precisar de muito tempo, pois não é algo a curto prazo.. Se você venha de família rica, dificilmente conseguirá ser independente se não colocar em prática essas dicas. Invista sempre pensando no retorno futuro, sem pressa.
  • Controle gastos – Todo mundo tem aquele gasto desnecessário que pode se tornar um prejuízo. Sempre tem onde cortar. Aproveite melhor sua renda e economize!
  • Comece a investir seu dinheiroFuja da poupança, que não rende quase nada. Procure investimentos que valem mais a pena e onde seu dinheiro vai ser mais valorizado.
  • Tenha uma reserva de emergência – Sempre ao investir, pense que quanto maior o tempo de vigência, maior pode ser o retorno. Tenha paciência separar o dinheiro par investir, que ficará “preso” por um tempo, e o dinheiro poupado que ficará acessível para emergências.
  • Evite o efeito sanfona – A constância é muito importante! Assim como emagrecer e engordar traz um efeito ruim, tente se manter firme no seu objetivo da independência. A cada meta atingida, não relaxe. Lembre-se que lá na frente, você vai usufruir do retorno do seu esforço.
Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *