Giovane Gávio: as lições do melhor jogador de vôlei do mundo

Giovane Gávio, mais conhecido como “Giovane do vôlei”, é ex-jogador de voleibol brasileiro, treinador e palestrante.

Depois de ser eleito melhor atacante, melhor bloqueador e melhor jogador do mundo, hoje ele usa sua história para motivar pessoas.

Giovane esteve na Super Rio ExpoFood com a palestra “A Glória é Fruto de um Excelente Trabalho”. Conversamos com ele sobre como aplicar as lições do esporte no empreendedorismo.

“Substitua difícil por desafiador”

Na apresentação, Giovane sugeriu que as pessoas substituam a palavra “difícil” por “desafiador”. Para ele, a vida está sempre nos desafiando.

“Estamos sempre tendo vontade de sermos melhores do que somos, e nem sempre o ambiente está a favor. Precisamos desafiar nossas crenças, porque muitas vezes nos limitamos e podemos muito mais do que estamos fazendo.”

Ele explica que gosta dessa palavra, desafio, porque ela o coloca num estado em que encara o seu dia a dia como uma grande oportunidade de crescimento.

“Acredito muito que é no nosso dia a dia que temos de ganhar o jogo. Construir nossa vitória em todas as nossas atitudes. Às vezes elas são pequenas, às vezes são simples, às vezes são complexas, mas são importantes para, no final, alcançarmos nossos sonhos. Afinal de contas, pelo menos para mim, o que me motiva a acordar cedo, lutar e trabalhar são os meus sonhos.”

Esporte e empreendedorismo

Para Giovane, o esporte é uma luta incansável pela excelência e pela perfeição, que às vezes é algo inatingível.

“Mas você vai sempre em busca, sempre quer um pouco mais, um pouco melhor. E no dia a dia, uma empresa tem de ser assim. Ela tem de ter movimento, crescimento, as pessoas com vontade de alcançar coisas maiores.”

No empreendedorismo, assim como no esporte, o que você fez ontem talvez não seja suficiente hoje, e o que você está fazendo hoje talvez não seja suficiente amanhã.

“Você tem de estar sempre se reinventando. Eu gosto muito dessa palavra também, porque de tempos em tempos é necessário se adaptar ao meio, mas também se reinventar.”

Giovane defende que o esporte é muito rico, em todos os sentidos. Tanto para uma criança, que aprende a ganhar, perder, aprende a respeitar regras, respeitar o técnico, respeitar a si próprio, quanto para um empreendedor.

“Essa capacidade de adaptação que os atletas têm serve de lição para muita gente.”

“Tem de pagar o preço”

Outro conceito que Giovane apresentou na palestra foi o da renúncia, que o atleta tem muito, e o empreendedor acaba tendo de ter.

Para o público, ele deixou uma frase final em relação a isso: “quanto mais eu treino, mais sorte eu tenho”.

Segundo Giovane, para ter sucesso na vida, é preciso ter renúncia.

“Tem de pagar o preço. Quem não consegue pagar o preço fica pelo caminho. Hoje, a competição é muito grande, a concorrência é muito grande. Requer, sem dúvida, uma dedicação, uma doação muito grande do seu tempo, da sua energia, da sua capacidade de fazer as coisas no máximo.”

Assim como os atletas no esporte, empreendedores precisam abdicar de certas coisas para conseguir chegar ao sucesso.

“Às vezes, deixamos de conviver com quem gostamos e acabamos colocando nosso corpo em uma situação de dor, porque estamos perto do limite. É um grande desafio vencer isso.”

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *