Geolocalização: como monitorar seu cliente

A geolocalização é um conceito relativamente novo no mercado. Mas que tem se expandido há aproximadamente dois anos e que está relacionado ao conhecimento da própria localização geográfica de modo automático.

A geolocalização é o posicionamento que identifica a localização de um objeto em um sistema determinado de coordenadas, também denominado como georeferenciação.

Este recurso é geralmente utilizado pelos sistemas de informação geográfica, um conjunto organizado de hardware e software, mais dados geográficos, projetados para capturar, armazenar, manipular e analisar todas as informações possíveis de maneira geográfica referenciada, com a função de resolver problemas de gestão e planejamento.

Os dispositivos móveis, por sua portabilidade, permitem facilmente conhecer nossa localização e atualizá-la à medida que nos deslocamos. E com isso mudando de localização geográfica. Esses dispositivos são as ferramentas principais no processo tecnológico de geolocalização.

Entre as ferramentas que nos permitem a geolocalização se destacam os celulares de alta resolução. São aqueles que possuem funções especializadas e que neste caso trazem diversos receptores de GPS. Quem permite isso é a rede de satélites que rodeia o planeta. Assim podemos nos localizar em qualquer parte da Terra que nos encontramos.

O Google Earth é uma outra alternativa muito usada à disposição daqueles que não possuem celulares ou outros aparelhos portáteis. Consiste em um programa informático, similar ao sistema de informação geográfica.

Permite obter imagens do planeta em tecnologia 3D em combinação com imagens de satélite, mapas e o mecanismo de busca do Google. Assim facilita a visualização de imagens em escala de qualquer lugar do planeta Terra que queira descobrir ou identificar.

Como usar monitoramento geolocalizado

GeolocalizaçãoO monitoramento de redes sociais é importante para qualquer área e produto na área de marketing. Saber o que o seu cliente está comentando sobre você e dar respostas rápidas e não automatizadas é cada vez mais importante e favorável ao seu negócio.

No monitoramento tradicional, é possível saber o que está sendo falado fazendo uma busca através de palavras-chave ou hashtags. Mas, se por acaso nenhuma dessas palavras for citada, fica difícil de encontrar o conteúdo.

Com isso, monitorar as conversas nas mídias sociais com base na localização dos usuários tem sido cada vez mais comum. Assim é possível demarcar um território e saber o que é postado dentro dele.

Esse artigo vai lhe orientar e ambientar a sua empresa no mundo da geolocalização. O caminho é ser um espião do seu cliente.

Análise sobre o comportamento local

O monitoramento geolocalizado de mídias sociais permite que você saiba tudo que está ocorrendo nos seus pontos de venda e outros locais de interesse, em tempo real. Ao detectar o que está sendo postado em um determinado espaço, você pode analisar sobre o comportamento do seu público-alvo.

É possível fazer um estudo de marketing sobre o que ele consome, de quais marcas ele está falando, qual é a experiência dele em relação a sua marca e concorrentes. Desta forma, é possível entender os hábitos das pessoas que costumam frequentar a sua loja. E também entender por quais outros ambientes elas transitam.

Um estudo sobre os hábitos de pessoas que frequentam espaços noturnos em algumas capitais do Brasil mostrou um pouco do que pode se extrair desse tipo de monitoramento. Nele é mostrado quais marcas de cerveja são mais consumidas em cada espaço, e o comportamento muda de cidade para cidade, entre outras curiosidades bem interessantes.

Geolocalização e SAC 2.0

sac 2.0

O SAC significa Serviço de Atendimento ao Consumidor. Com a invasão das redes sociais no mercado empreendedor, surgiu o que chamamos de SAC 2.0. É onde se usa as redes sociais para entender os problemas dos clientes e dar resposta a eles.

Quando se faz o monitoramento tendo como base a localização do usuário, é possível encontrar conteúdo que fale sobre a sua marca, mesmo que não haja nenhuma menção direta a ela. Isso significa um plus na hora de fazer o SAC 2.0.

Esclarecendo melhor esta forma de monitoramento de geolocalização, vamos dar um exemplo. Se você é o gerente de marketing de um shopping e monitora tudo o que é postado dentro dele, pode saber a experiência de cada cliente em diversos pontos do shopping.

Então, se alguém fizer uma postagem reclamando de limpeza, é possível identificar onde esse problema acontece e já procurar uma solução para ele. Além de poder entrar em contato com o cliente, se desculpar pelo ocorrido e até oferecer algum benefício.

Veja alguns vídeos gratuitos sobre o tema

Captação de Clientes

Através desta ferramenta de geolocalização é possível interagir através das redes sociais e explorar o recurso. Imagina poder promover a marca do seu hotel para pessoas que estão chegando no aeroporto ou rodoviária da cidade? Ou seu restaurante para os novos turistas?

Assim, sua abordagem será muito mais relevante e você atingirá o cliente no momento exato em que ele está aberto para receber promoções ou ofertas. Isso é ser relevante na hora certa.

Monitoramento de eventos

Uma ótima oportunidade para engajar pessoas é invadir os festivais de música, shows, grandes festas e até mesmo inaugurações de lojas. Quando você monitora as redes sociais através da localização do usuário, você pode saber o que acontece no espaço, quais são as preferências das pessoas no local e o que está sendo citado sobre determinado assunto. Ou seja, é possível ver o evento através dos olhos de quem está nele.

Posts relatando experiências reais e em tempo real podem ser a sua estratégia para extrair insights e atingir seus clientes da melhor maneira possível. Dessa forma, você saberá o que está funcionando e o que não está, com referência exata da localização.

Publicidade baseada no comportamento local

Com o monitoramento da geolocalização de redes sociais, os clientes que já visitaram seu ponto de venda ou passam por ele todos os dias tendem a valorizar sua publicidade de uma forma positiva. Desta forma, você pode criar conteúdos personalizados para cada espaço.

O Facebook e o Twitter oferecem a possibilidade de direcionar posts e propagandas para o público de uma determinada região. Estudando o local antes de promover sua marca, as chances de engajamento sempre serão maiores.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *