A escada de investimento de uma startup

As startups estão cada vez mais ganhando força, crescendo e subindo seus investimentos. Para chegarem a oferecer suas ações na Bolsa de Valores, esses empreendedores precisaram de ajuda, principalmente para o capital. Segundo o Sebrae, investidores de risco podem entrar em diversas etapas de desenvolvimento de um negócio, a chamada Escada de Investimento.

O que muitas vezes começa como uma inovação de garagem pode chegar a uma empresa de bilhões de reais se bem administrada. Foi o caso do Facebook e do Google. E para cada estágio da escada de investimento, existe um tipo de investidor com critérios de seleção e objetivos distintos.

Pré-Seed e Seed (Investimento Pré-Semente e Semente)

seed e pre seedCapital semente é um modelo de financiamento dirigido a projetos empresariais em estágio inicial ou estágio zero. É a fase de projeto e desenvolvimento, antes da instalação do negócio, onde um ou mais grupos interessados investem os fundos necessários para o início do negócio.

Esse investimento é feito de maneira que o negócio tenha fundos suficientes para se sustentar até atingir um estado onde consiga se manter financeiramente sozinho ou receba novos aportes financeiros.

De acordo com Cassio Spina, esses investimentos podem ser através dos 3 F’s: Founders, Family and Friends ou Family, Friends and Fools, ou ainda de um Investidor Anjo. Cassio é o fundador da Anjos do Brasil (organização sem fins lucrativos de fomento ao investimento anjo) e da Altivia Ventures (empresa de investimentos e advisoring).

Características de investimentos 3F’s

Geralmente aqueles que investem na ideia estão investindo mais pela relação pessoal com o empreendedor do que pelo negócio. É uma ajuda pessoal, também conhecido como Love Money.

Ele é obtido quando o empreendedor tem apenas uma ideia e precisa de recursos para por em prática. São investimentos baixos, que variam de R$5 mil a R$50 mil. Não possui valor agregado, ou seja, o empreendedor irá trabalhar sozinho, sem o apoio de visão de negócio daqueles que investiram.

Características do Investidor Anjo

Um investidor-anjo é um ex-empresário ou executivo que oferece a quem está começando investimentos e suporte técnico para que suas ideias saiam do papel. Nesta etapa, diferente da etapa dos 3 F’s, é avaliado tanto o potencial do negócio como a capacidade do empreendedor.

O investimento pode chegar a R$400 mil de um investidor ou até R$1 milhão de um grupo.

escada de investimento
Escada de investimento de acordo com o Sebrae

Na etapa do Capital Semente vem a burocracia. Esses investimentos são gerenciados por um administrador que utiliza recursos de terceiros. Estes podem ser órgãos ou agências governamentais, como a Fapema (Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão). Eles não agregam valor ao negócio, por serem fundos administrados.

Exige uma participação no negócio geralmente menor que a de um investidor-anjo, apesar de trabalharem em conjunto com esse outro modelo. As fundações podem, sozinhas, chegar a investir em um projeto o valor de até R$2 milhões.

Esses degraus da escada de investimento são para startups que estão começando no mercado. Os próximos já são para empresas que começaram a faturar e encaram o crescimento.

Venture Capital e Private Equity
o que é venture captal

No nível do Venture Capital a startup já está, ou espera-se que esteja, faturando. O foco é nas empresas que já tenham modelo de negócio comprovado. Essa é a etapa onde a participação do empreendedor já está bem diluída.

No Private Equity, chegamos a uma grande empresa. Esse degrau é bem parecido com o Venture Capital, mas nele os investimentos são focados em investir em operações de fusões e vendas de grandes empresas. Além de buscarem empresas que possuem capital aberto ou que estão bem próximo de abrir.

O IPO na escada de investimento

o que significa ipoO próximo degrau não está descrito na imagem acima, mas é muito importante para um empreendedor: o IPO (Initial Public Offering).

O IPO é o topo da escada! São empresas bem sucedidas que captam dinheiro para continuar crescendo. Para isso, costumam abrir seu capital e vender ações.

Algumas características da IPO:

  • Deve-se contratar um banco de investimento para auxiliar no processo de IPO. As empresas públicas costumam enfrentar regulamentos muito mais intensos da Comissão de Valores Mobiliários e dos acionistas.
  • É um processo que pode apresentar volatilidade. Na abertura o preço das ações podem disparar, mas também podem despencar depois de alguns dias. Pode durar até um ano e custar mais de R$2 milhões em taxas, honorários e despesas.

Para chegar a este caso é necessário muito trabalho e paciência. Se você tem uma ideia inovadora e quer tirar do papel, comece a subir a escada devagar, pesquise e estude as possibilidades.

Quem sabe um dia a sua ideia não vira um grande case?

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *