Edgar Ueda: como ter um mindset empreendedor

Publicitário e empresário do ramo imobiliário, ele começou a empreender aos 17 anos. Hoje, é também investidor, escritor e palestrante. Segundo Edgar Ueda, seu propósito de vida é provocar mudanças, ajudando pessoas a se tornarem bem sucedidas e terem um mindset empreendedor.

Edgar foi um dos palestrantes no Journey 2018, evento de marketing digital e vendas realizado no Rio de Janeiro.

Ele já “quebrou” seis vezes

Quem vê o Edgar Ueda de hoje, um empreendedor de sucesso, não imagina que ele já quebrou seis vezes. Para ele, o diferencial para ter dado tão certo na sétima vez foi ter aprendido com os erros.

“O erro vai te trazendo lições e feedbacks. Da sua conduta, do que você está fazendo e como está fazendo. O próprio Sebrae fala que o empreendedor de sucesso passa por uma jornada de várias quebras, não é só uma.”

Ele lembra que a média dos grandes empreendedores é quebrar, pelo menos, cinco vezes. O segredo, segundo Edgar, é não se apegar ao erro. Não pensar que porque quebrou, não serve para empreender.

“É voltar e perceber o que você fez de errado. O que aconteceu para que você não performasse bem? É reajustar a rota e continuar seguindo.”

Filosofia do “eu cada vez melhor”

Em sua palestra, Edgar mostrou várias filosofias que segue. Uma delas é a filosofia do “eu cada vez melhor”. Inclusive, ele estende isso ao mundo dos negócios. Em sua empresa, é obrigatório que o negócio seja melhor a cada ano.

“Esse é um princípio que eu adotei primeiro na minha vida. Eu só consigo, como empreendedor e empresário, ser melhor na minha empresa se eu conseguir ser melhor na minha vida pessoal. Porque isso anda junto o tempo todo.”

Na empresa, ele procura ser o exemplo. E assim motivar e inspirar a equipe que lidera. “Não pode ser incoerente a conduta do líder para os seus liderados.”

Edgar adotou a filosofia de que no início do ano, é preciso começar de formas diferentes do ano anterior. “E sempre pensar fora da caixinha, coisas inovadoras e disruptivas. Não é fazer algo novo, é fazer diferente do que nós já fazemos.”

O mindset empreendedor

Para Edgar, mindset é o ponto de partida.

As grandes nações e os grandes empreendedores são grandes porque mudaram seu mindset, sua mentalidade.

Morando dez anos no Japão, ele aprendeu algumas lições. “Após a Segunda Guerra Mundial, o Japão era um país pobre, de baixa renda, que só copiava, não criava e não crescia. E depois de 30 anos se tornou a segunda maior potência do planeta.”

Como conseguiram isso? Segundo Ueda, porque mudaram seu mindset.

Ele deixa algumas reflexões para você ter um mindset empreendedor:

Seja um inconformado;

Aceite feedback;

Abra sua mente para receber;

Ressignifique as coisas;

Acredite que o que acontece na sua vida nem sempre é ruim, mesmo se o resultado foi negativo.

“Quando falamos em mindset é como você pode enxergar e conduzir as coisas que acontecem na sua vida. Esse é o primeiro ponto. Mas existe um conjunto de fatores.”

O que é e como ter sucesso?

Hoje, Edgar Ueda tem um projeto chamado TurnAround. Em seu canal no YouTube, ele faz uma série de entrevistas com pessoas que são consideradas outliers (fora de série) e quais foram seus comportamentos, competências e mindset.

Para Edgar Ueda, sucesso está baseado em um conjunto de fatores. “O meu modelo, TurnAround, tem três pilares: o mindset expandido, acúmulo de competências e mudanças comportamentais.”

A quem deseja conseguir esse tão sonhado sucesso, ele recomenda sempre ser um eterno inconformado. “Porque essa inquietude faz você sair da zona de conforto. Tudo pode ser melhorado. Tanto é que o Guinness Book foi criado. Porque você pode quebrar seu próprio recorde. Ou alguém vai lá e quebra.”

É importante também ser um “realizador”. “Tem muita gente que fica planejando e não sabe fazer. Saia fazendo e aperfeiçoe fazendo. O mais importante é colocar sua ideia em prática. E isso vai te levando à perfeição, ou quase.”

“Empreendedorismo tem que estar em todas as pessoas”

Edgar acredita que todos devem ser empreendedores, na vida. Independentemente de terem ou não seu próprio negócio. Até mesmo um funcionário deve ser empreendedor.

“O que é o empreendedor? É ele investir seu tempo como se a empresa fosse dele. Economizar os recurso como se a empresa fosse dele. Com toda certeza ele faria muito mais carreira assim.”

O grande erro, segundo Ueda, é que algumas mentes pequenas, que têm o mindset pequeno, pensam: “a empresa não é minha, para que vou me dedicar?”.

Para ele, o empreendedorismo deve estar em todos os lugares. “Agora, o empreendedor tem que ser um cara que contribui com a sociedade e deixa seu legado. Ele ajuda o próximo e pensa no ecossistema como um todo, não só nele.”

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *