Economia Circular: o que é e como adotar na sua empresa

Hoje para sustentar toda a população do nosso planeta seriam necessários quatro planetas. E se continuarmos mantendo o estilo de consumo que estamos acostumados, até 2050 teremos mais lixos nos oceanos do que animais.

Talvez essa informação assuste, gere medo e você fique com vontade de não ler este artigo. Mas lhe convido a continuar a leitura porque há solução se mudarmos a forma como consumimos e fabricamos nossos produtos.

economia circular

Consumo exagerado

Como você pode ver não há mais espaço para o consumo como estamos acostumados, onde obtemos um produto e descartamos. O planeta não sustenta mais os lixos produzidos e também a forma como exploramos o meio ambiente para a extração da matéria prima.

O consumo exagerado de carne e peixe, o uso excessivo de automóvel, as compras excessivas de bens de consumo que acabam parando nos aterros. Tudo isso está levando à escassez de recursos naturais, aos problemas ambientais e de saúde causados pelo uso excessivo de combustíveis fósseis.

Sustentabilidade já é realidade

Conforme vimos no artigo sobre Capitalismo Consciente, pudemos perceber que muitas empresas já estão mudando a sua conduta, adquirindo uma consciência mais humanitária, de maior responsabilidade social e ambiental.

As empresas conscientes já operam com uma nova atitude, tratando os três pilares: empresa, sociedade e planeta, coisa uma só e não mais como partes isoladas dentro de um mesmo sistema.

O tema sustentabilidade e os problemas ecológicos não são uma novidade, o que é novo é a consciência sobre isso. Um novo olhar surge dentro deste cenário.

Antes a nossa visão de sustentabilidade mantinha uma economia linear, baseada em “extrair–produzir-descartar”. Pensava-se em reciclagem de uma forma muito simplória e nem sempre benéfica ao meio ambiente.

A economia circular

A economia circular vai muito além da reciclagem. Neste novo paradigma, cada material é usado e reutilizado ao máximo com o mínimo de desperdício.

As indústrias passam a estruturar todo o ciclo de produção pensando no melhor aproveitamento dos seus recursos. O projeto é desenhado de forma que a matéria prima usada possa ser reutilizada na fabricação de outros tipos de produtos, aumentando o seu ciclo de vida.

Há mudanças também a nível individual. A ideia de possuir menos e compartilhar mais também é um dos pressupostos da economia circular.

Alguns exemplos que temos aqui no Brasil são o purificador de água da Brastemp que pode ser alugado, carros que são compartilhados, casas com disponibilidade de aluguel de quarto por alguns dias.

A redução do uso de plásticos descartáveis é um dos cuidados da economia circular. Usamos um canudo, um copo para tomar água e descartamos. Esses plásticos, que não se decompõem, vão para os oceanos poluir o planeta e prejudicar a fauna.

Novos produtos, como canudos de inox e copos reutilizáveis, já são uma realidade. E cabe a cada um de nós colaborar para mantermos a vida do nosso planeta.

Agora me diz, como você pode participar de forma atuante na economia circular?

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *