Como empreender utilizando o 13º salário

Uma das grandes expectativas para os trabalhadores na reta final do ano é o pagamento do 13º salário. A segunda parcela do benefício deve chegar aos profissionais até a próxima quinta-feira, dia 20.

Investir nas compras de Natal e pagar dívidas costumam ser os principais destinos do dinheiro pelos brasileiros. No entanto, de acordo com Paulo Lemes, diretor de gestão de franquias da Acqio, com um bom planejamento é possível também aproveitar o salário adicional para empreender.

13º salário

Para quem busca investir em um negócio próprio com o valor do 13º salário, o executivo reúne três orientações principais. Confira a seguir!

1) Analise se o investimento vale a pena

“Quando o investidor tem uma quantia pré-determinada para investir, como é o caso do 13º salário, vale estudar muito bem qual é, de fato, a rentabilidade do negócio em que se deseja investir”, explica Paulo.

De acordo com o especialista, alguns pontos essenciais de se avaliar são “o investimento inicial do negócio, o tempo de retorno desse valor investido e o capital de giro necessário para que a empresa permaneça sempre capitalizada”.

2) Busque especializações na área do negócio

Para quem quer empreender, desenvolver habilidades e adquirir novos conhecimentos no segmento é essencial.

“O sucesso do empreendedorismo está diretamente ligado à energia depositada nesse processo, e isso passa pelo nível de especialização do dono do negócio”, comenta Paulo.

A Acqio, por exemplo, oferece programas de capacitação e treinamentos por meio da Universidade Acqio, um programa construído internamente para qualificar os franqueados de forma prática e produtiva.

3) Construa e cultive seu networking

Manter um contato próximo com clientes e parceiros é o segredo para garantir troca de conhecimentos, de informações e, consequentemente, conquistar uma boa imagem no mercado.

“Quando se trata de uma franquia, como a Acqio, manter uma boa rede de relacionamento pode ser a diferença para a conquista de novos negócios”, aconselha Paulo.

“Antes de adquirir uma franquia, cabe também avaliar as necessidades da empresa e entender se ela condiz com a personalidade e interesses do interessado, já que o empresário atuará como um representante da marca na prospecção de clientes ou no atendimento a empresas e profissionais autônomos”, completa.

A Acqio é pioneira no modelo de franquias de maquininhas de cartão no Brasil e no mundo. Com baixo investimento inicial e rápido retorno (6 a 12 meses), a empresa recebe a cada mês cerca de cem novos empreendedores em seu time de franqueados.

“O custo de investimento da franquia Acqio é de R$ 6.900,00. A franquia não exige ponto físico e não tem taxa de instalação. O faturamento mensal médio do franqueado varia de acordo com o plano de negócios seguido, com cases de sucesso que ultrapassam R$ 20 mil por mês”, destaca Paulo.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *