Chiquinho Sorvetes: do interior de Minas para os EUA

A história dele começou na década de 80, na cidade de Frutal, Minas Gerais. Com uma pequena sorveteria, ele conquistou a comunidade local e, depois, o Brasil. Agora, ele dá início à expansão internacional. Na Feira do Empreendedor 2018, tentamos descobrir qual é a receita supersecreta de Isaias Bernardes, o dono da Chiquinho Sorvetes.

Rede foi de 80 a 445 lojas em oito anos

Isaias é filho de Chiquinho, já falecido, o grande responsável pelo começo de tudo. Chiquinho, nos anos 80, abriu uma modesta sorveteria para o filho em Frutal (MG). Mas logo o sorvete ganhou o gosto da comunidade e dos visitantes da cidade.

Passados cinco anos, Isaias inaugurou a primeira filial na cidade de Guaíra, interior de São Paulo. Nos anos seguintes, a rede cresceu compartilhada com os próprios familiares, chegando a 80 unidades. Com todo esse sucesso, a marca começou a despertar interesse de outros empreendedores, e Isaias decidiu tornar o negócio uma franquia.

Assim, em oito anos a Chiquinho Sorvetes foi de 80 a 445 lojas. Para Isaias Bernardes, o maior pilar do sucesso da Chiquinho é a qualidade do produto. “Sempre priorizamos a qualidade do nosso produto. Hoje nós temos uma empresa consolidada, com um mix de mais de 120 produtos, muito aceitos pelo consumidor”, conta.

Receita supersecreta

A empresa entrou na onda do sorvete tipo soft, que virou hit no país em 1996. É aquele sorvete feito em máquina, muito usado em redes de fast food. Aproveitando a novidade bem aceita no mercado, eles desenvolveram uma fórmula supersecreta para a base do sorvete, que hoje é o grande diferencial da marca.

“Trabalhando no mercado, a gente começa a perceber o que o cliente quer. Ele não quer pagar muito, mas quer um produto de excelência e qualidade. Eu fui trabalhando na fórmula até chegar num produto ideal, de qualidade e com preço justo.”

O custo benefício da Chiquinho Sorvetes é realmente atrativo para o cliente. A casquinha custa R$3 e o produto top de linha chega a, no máximo, R$13. “Nós conseguimos agregar qualidade e preço, tudo que o cliente quer.”

Chiquinho Sorvetes Franchising

A rede Chiquinho Sorvetes era uma rede familiar. Eram 80 lojas próprias, só da família. E as pessoas os procuravam interessadas em abrir uma Chiquinho Sorvetes. “As pessoas falavam ‘quero ser um franqueado Chiquinho’, mas não tínhamos essa opção”, lembra Isaias.

Eles podiam seguir em frente, mantendo a empresa familiar, mas não. Enxergaram nisso uma oportunidade de negócio, um nicho que ainda não exploravam. “Por isso, em 2010, abrimos a Chiquinho Sorvetes Franchising. Transformamos as 80 lojas em franquia, de imediato, e aí o crescimento foi muito expressivo. Saímos de 80 lojas em 2010 para 445 lojas agora no início de 2018.”

Nasceu então a CHQ Companhia de Franchising, empresa criada para gerir a marca Chiquinho Sorvetes. A franqueadora possibilitou que a expansão do negócio passasse a ser feita de forma planejada, com estrutura completa e capacitação e suporte às unidades franqueadas.

Hoje, a Chiquinho Sorvetes possui vários modelos de franquia. Confira alguns:

Chiquinho sorvetes quiosque interno

chiquinhos sorvetes loja externa

chiquinho sorvetes loja interna

 

Sabor de felicidade

A Chiquinho Sorvetes é conhecida por atribuir ao produto um “sabor de felicidade”. A marca associa o sorvete aos bons momentos da vida e às coisas simples. É só dar uma olhada no site da marca para entender o que eles pregam:

Sabe aquele sabor, que de tão bom você nem consegue definir? Não consegue nomear, só sentir? A Chiquinho Sorvetes é assim. Tem sabor de bons momentos, de dormir mais 5 minutinhos, daquele break no trabalho, de cantar no chuveiro a sua música preferida ou rir até a barriga doer. Tem sabor de Chiquinho. Sabor de felicidade.

E Isaias completa: “O sorvete é tudo de bom, não é? Unimos o útil ao agradável. Um bom ambiente na loja, onde as famílias e amigos se encontram, e um excelente produto. Que atende a todas as classes sociais e a todas as idades. Você vê nos olhos das pessoas, das crianças degustando o sorvete Chiquinho, o sorriso estampado no rosto. É sinal de felicidade, alegria, prazer, isso não tem preço”.

Quer conhecer mais casos de sucesso como esse? Na Feira do Empreendedor 2018, nós também conversamos com Renato Ribeiro, sócio-diretor da Love My Jobs. Veja como ele está transformando vidas no mundo corporativo!

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *