Briefing: o que é e como fazer

Assim como na publicidade, o briefing pode ser utilizado para um empreendedor. É uma coleta de dados para desenvolver um determinado trabalho. A palavra, que na tradução literária significa “resumo”, deve conter todas as informações necessárias. Entre elas a descrição da empresa, os problemas, objetivos, oportunidades e recursos.

E não são apenas os profissionais de publicidade que utilizam o briefing nas áreas administrativas. Os relações públicas e comunicadores também usam esse recurso para desenvolver projetos das empresas.

Um dos objetivos do briefing é entender as dificuldades que a empresa do cliente está passando. Resolvendo esses pontos, evita-se que as falhas se tornem um grande problema para a instituição e os funcionários.

Existem diversos tipos de briefing e, por isso, não há um que seja considerado certo ou errado. Mas para ser julgado um briefing completo é necessário conter algumas características. Como o público-alvo, áreas geográficas de interesses, cultura do consumo, entre outros.

Passo a passo para fazer um briefing

1º passo: Histórico da empresa

Nesse tópico é preciso apontar história da instituição, os fundadores, número de funcionários, imagens da empresa, prêmios que foram recebidos. Além de explicar o conceito da marca e o branding, os objetivos, as dificuldades que a empresa está passando. Detalhes do que o cliente quer para atender a sua necessidade.

2º passo: Público-alvo

É necessário delimitar qual será o público-alvo que a empresa pretende atingir. Definir o sexo, faixa etária, classe e nível de escolaridade. O empreendedor também precisará saber qual é o comportamento do público durante o processo de compra. Como cada instituição possui um determinado grupo que quer atingir, é preciso que essas características estejam muito bem definidas.

3º passo: Pesquisa de mercado

São todas as pesquisas realizadas pela empresa em relação a opinião dos clientes. Seja um estudo de satisfação, de qualidade ou até mesmo de preço. O monitoramento das redes sociais da empresa, como Facebook e Instagram, também devem ser levados em consideração. Assim como as informações trazidas pelos vendedores que trabalham diretamente com os clientes.

4º passo: Concorrência

Saiba quais são as marcas concorrentes que oferecem produtos iguais ou parecidos com o seu. Além da lista com os nomes das marcas, avalie o que deve ser considerado relevante para o mercado. Estude o que as concorrentes estão fazendo. Assim sua empresa poderá fazer algo inovador, aumentando consequentemente o número de clientes que compram sua marca.  

5º passo: Benchmarking

É a comparação dos produtos e serviços para relacionar as ações de cada empresa concorrente. E, também, para melhorar as funções e processos de uma determinada instituição. Pode ser considerada uma grande aliada para superar a concorrência, já que analisa as estratégias das mesmas. Pegar as boas ideias e criar novos projetos em cima dos que já existem.

Atenção aos próximos passos

6º passo: Estratégias

Informar qual é a visão e missão da empresa e fazer uma Análise Swot, que significa uma análise do atual cenário da instituição. Tendo como base a gestão e o planejamento estratégico da empresa, identificando os elementos chaves da gestão. Nesse passo também é importante deixar claro quais serão os próximos passos da empresa. Se pretende lançar um novo produto e em quais regiões terão novos pontos de vendas da marca em questão.

7º passo: Comunicação

Coloque todos os contatos existentes da empresa, incluindo o endereço, a página do site e das redes sociais, os folders usados tanto para a comunicação interna quanto externa, as promoções promovidas pela instituição. Além de definir qual será o plano de mídia e as ações que são realizadas e quais resultados foram obtidos por meio delas.

8º passo: Objetivos

Defina qual será o objetivo da empresa. Seja o mais específico possível nesta etapa. Pense se você quer redefinir a marca, vender mais, produzir mais, ser reconhecida ou lucrar mais. Com isso, será mais fácil saber qual deverá ser o próximo passo para conquistar o objetivo traçado.

9º passo: Budget

orçamento de mídia

Determine qual será o orçamento da empresa e o quanto pretende gastar para criá-la ou reformulá-la. É o plano base para o início da atividade produtiva. Além de ser utilizado para definir o orçamento anual da instituição, incluindo as despesas, receitas e custos. Defina o plano de contas e delimite o que pode ser gasto pela empresa para que não haja prejuízos.  

10º passo: Prazos e cronogramas

Defina um prazo limite para que o produto final da empresa seja entregue tanto pelos funcionários quanto pelos fornecedores. É preciso deixar claro para a equipe de produção se a fabricação do produto é urgente ou não para que eles se empenhem em entregar a mercadoria o mais rápido possível em boa qualidade.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *