Abrir uma franquia é um bom negócio?

O Brasil oferece um grande número de possibilidades para o empreendedor que deseja investir em uma franquia. A escolha, no entanto, não é tarefa fácil. A franquia é um sistema no qual o proprietário da marca cede os direitos a outro empresário para usar os produtos e o nome do seu negócio, geralmente muito conhecido pela população. Em contrapartida, é necessário seguir fielmente uma série de normas padrões da empresa.

É uma faca de dois gumes que, no geral, tem um retorno positivo. Assim como qualquer negócio, é recomendado que se faça um planejamento antes de abrir uma franquia – sobretudo o financeiro. Além disso, tenha certeza que você realmente quer trabalhar naquela área pelos próximos anos.

planejamento para franquias
Antes de abrir uma franquia, faça um planejamento

Não basta ter apreço pelos produtos ou serviços como consumidor, você precisa se ver em contato com isso pelos próximos 15 ou 20 anos. O retorno do capital investido, por exemplo, só acontece depois de um tempo.

Planeje-se antes de abrir uma franquia

Pesquise sobre o suporte fornecido pela empresa, o valor do investimento e o tempo para lucratividade. A melhor forma de descobrir os detalhes é conversando com franqueados e também com aqueles que deixaram a rede. A franqueadora é obrigada a fornecer esses contatos a quem se interessar pela franquia.

Certifique-se de que terá suporte na escolha e na negociação do ponto. Pergunte como é o acompanhamento da obra e o treinamento inicial. Isso precisa ser suficiente para iniciar uma franquia e tocar o negócio sozinho.

Além disso, compare se o retorno do capital investido com uma aplicação do mercado financeiro. O retorno de uma franquia precisa ser de duas vezes.

Por exemplo, se você tem dinheiro investido no banco com rendimento de 1% ao mês, o negócio deve render 2% ou 2,5% ao mês para valer a pena. As franqueadoras sérias costumam mostrar esses dados ou fornecer planilhas que ajudem o candidato a calcular o retorno.

padrões da franquia
É preciso seguir as normas de atendimento padrão, quando se abre uma franquia

Depois de averiguar os detalhes, o primeiro passo para investir em uma franquia é demonstrar interesse pela marca. No geral, isso pode ser feito por e-mail ou telefone do setor destinado ao atendimento dos possíveis franqueados. Depois, você terá que comprovar sua renda e capacidade de investimento.

Se aprovado, irá conversar com a empresa para entender quais são os procedimentos de construção, decoração da loja, perfil dos funcionários, fornecimento de produtos, por exemplo.  É comum que as franquias tenham o mesmo padrão de atendimento. Caso contrário, poderá ter seus direitos revogados.

. As 50 melhores franquias do Brasil

Qual o investimento inicial das franquias?

O investimento inicial em franquias depende da marca. Existem diversos valores que são compatíveis com vários tipos de projetos. Alguns exemplos são:

  • Mc Donald´s: R$1,6 milhão a R$2,6 milhões
  • Subway: R$400 mil
  • O Boticário: R$250 mil

Os especialistas recomendam não investir mais de 70% do seu capital na montagem da loja e na taxa de franquia, pois você ficará sem renda para os gastos iniciais da operação. É preciso ter reservas para pagar os custos. No início de uma franquia, as vendas não estão no ponto normal.

Depois que alcançar o ponto de equilíbrio, haverá sobra de caixa. O empreendedor deve saber de quanto pode ser esse lucro – e se esse valor será suficiente para manter o padrão de vida que deseja. Se começar a retirar mais dinheiro que pode, vai faltar capital de giro para quitar as contas.  Portanto, atenção. Franquias são um bom negócio, mas precisam de planejamento.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *