Ideias para abrir um negócio com pouco dinheiro

O seu sonho é poder abrir um negócio, ser um empreendedor de sucesso e alcançar os melhores resultados? Mas, infelizmente não tem muito dinheiro para investir? Não se desespere, pois você não está sozinho nessa. E a melhor notícia: tem como optar por ideias de menores investimentos.

ideias para abrir um negócio
Abrir um negócio não precisa ser caro, existem investimentos que podem ser pequenos

A possibilidade de abrir um negócio é muito almejada pelos empreendedores, que comemoram toda vez que conseguem uma aprovação e a sua ideia é levada para frente. Outro ponto que anima é a ideia de você mesmo ser o seu próprio chefe.

Para Sérgio Dias, consultor do Sebrae, os negócios não costumam, inicialmente, exigir uma quantidade considerável para investimento. Ele comenta que a prioridade é o capital intelectual, ou seja, conhecimento e experiência.

Cuidado com empréstimos para abrir um negócio

A empolgação em abrir um negócio não pode ser tão grande que o faça tomar decisões ou agir por impulso. Uma grande característica disso tudo são os empréstimos. Nesses casos, as dívidas não costumam ser pequenas, mas bem maiores do que o valor que se tem em caixa para investir.

Saiba que não é aconselhável já começar o pequeno negócio com dívidas. Tente entrar zerado no mercado, pois será difícil se estabilizar logo de início. Geralmente essa medida costuma ser inevitável, ainda mais quando se tem pouco dinheiro. No entanto, pesquise e procure, além de ler todos os detalhes. Tente encontrar a melhor opção para a sua transação e perfil de negócio.

“Procure outros meios de financiamento do empreendimento, tais como antecipação de recebíveis relativos a vendas futuras de produtos e serviços ou mesmo uma negociação com fornecedores e clientes”, diz o consultor do Sebrae.

Invista em um negócio home office

O método de trabalho via home office é uma das tendências bastante utilizadas no mercado, principalmente por freelas. No entanto, pode ser uma ótima opção para empreendedores que estão no início e querem começar o investimento com pouco dinheiro.

Home office, ou escritório em casa, dá a ideia de conforto e agilidade. Além disso, evita todo um desgaste e cansaço físico de se deslocar. Também economiza muitos gastos como aluguel ou compra de local físico, dívidas com água, luz e as demais despesas de um ponto presencial.

Entretanto, trabalhar em casa não pode ser levado como pura curtição e desejo de liberdade. O compromisso e as responsabilidades são os mesmos e define se o empregado terá o comprometimento para cumprir as tarefas trabalhando de casa. Será preciso se programar com horário, escolher o melhor local, com ótimo espaço e som, além de tomar conta de ter uma internet que funcione e suporte o uso contínuo.

Mesmo com pouco dinheiro, seja inovador

Ter pouco capital não te faz menos criativo e inovador, tendo que fazer sempre mais do mesmo. Já que o seu investimento é pouco e os seus recursos serão reduzidos, pelo menos lute para ser o mais inovador possível.

O mercado atual é muito competitivo. As pessoas estão lutando para sobreviver com a grande concorrência que cada vez mais aumenta. E para conseguir se manter, é preciso ser inovador para cativar o cliente. A inovação foi de um diferencial para uma tática de sobrevivência.

O sair da zona de conforto ou pensar fora da caixinha nunca foram tão bem encaixados como nesse contexto. Analise bem o seu público alvo, as necessidades do seu cliente e busque entender o que ele ainda não tem. Feito isso, tente achar uma forma de proporcionar isso a ele, dentro das suas possibilidades financeiras.

Procure algo que você domine

O seu dinheiro já é pouco. Portanto, faça de tudo para preservá-lo e conseguir investir de maneira que ele não se vá sem que você perceba a sua origem. Uma dica importante é buscar atividades dentro de um ramo que você se identifique, para que consiga desempenhá-las da melhor maneira e sem correr o risco de perder tudo na primeira tentativa.

Se você tem um dinheiro guardado, mesmo sendo pouco, foi porque conseguiu juntá-lo e isso necessitou de algum esforço. Portanto, tenha esse mesmo empenho para procurar algo que você saiba fazer e tenha total domínio.

abrir um negócio
Procure abrir um negócio que seja inovador

Cada indivíduo tem habilidades e competências que possui mais facilidade e consegue desempenhar bem. De início, a sua mão de obra será bem reduzida e você será a pessoa que mais colocará a mão na massa. Então é preciso que saiba desempenhar a maioria das funções para entender todo o processo, em caso de imprevistos.

Cuidado ao escolher um sócio

Nessa fase inicial é preciso muito cuidado em todas as etapas, principalmente na escolha de um sócio. Essa pessoa será aquela que ficará ao seu lado até o final. Portanto, deverá ser de confiança, que entenda seus objetivos e compreenda o seu perfil financeiro.

Com pouco dinheiro, é muito comum ir atrás de um sócio. Caso ele não seja conhecido previamente ou algum familiar, busque informações importantes sobre o histórico e dados dessa pessoa, para saber as suas experiências no ramo.

É recomendável que não se escolha pessoas sem que nunca tenha tido nenhum contato. Para iniciar uma sociedade é importante conhecer o perfil daquela pessoa e saber todas as suas intenções, a fim de evitar surpresas futuras. Você já vai investir pouco dinheiro, já pensou perder esse pouco por conta de uma péssima sociedade? Então analise bem a sua escolha.

Lembre-se das despesas pessoais

Todo empreendedor tem um ritmo muito acelerado e quer finalizar uma ideia rapidamente para começar com o seu novo negócio. Mas, é preciso colocar tudo na ponta do lápis antes de dar a cartada final e decidir sobre o futuro da nova empresa.

Uma nova vida profissional estará sendo iniciada, mas os compromissos pessoais permanecerão. Portanto, não saia investindo tudo o que tem guardado de uma só vez. Guarde uma quantia para as despesas pessoais, pois elas devem ser mantidas e colocadas em dia paralelamente com o novo projeto.

Isso serve, principalmente, para as pessoas que costumam abandonar seus empregos para investir no próprio negócio. Os primeiros meses costumam ter um rendimento bem abaixo, pois as coisas ainda estão sendo estabilizadas. Então, não corra o risco de não ter como quitar contas de água, luz, fazer compras, pagar transporte e aluguel, por exemplo.

Já pensou no e-commerce?

Muitos empreendedores com pouco dinheiro optam por investir em uma loja virtual. Nesses casos, o fato de ser completamente digital, sem a obrigatoriedade de uma loja física, atrai ainda mais os empreendedores.

Esse mercado é muito promissor. No entanto, é preciso estar atento em muitos detalhes. Embora não haja uma loja física, requer uma boa estruturação. “Trabalhar com e-commerce requer processos eficazes de divulgação, atendimento e logística, além de um site objetivo e estruturado para vendas online”, diz o especialista do Sebrae.

Quem opta por um e-commerce tem muitas vantagens. A não obrigatoriedade de um ponto comercial traz muitas economias e proporciona investir em outras coisas. O número de funcionários necessários para o funcionamento é menor e não exige o trabalho 24 horas por dia.

“As lojas virtuais também dão mais autonomia para você mesmo desenvolver seu negócio. Uma boa parte do empreendimento dá para fazer apenas se capacitando, sem investir dinheiro, como programar e incluir os produtos no site”, comentou Alfredo Soares, CEO da Xtech Commerce, em entrevista a uma revista do ramo.

Ideias de negócio com pouco dinheiro

  • Academia
  • Bar
  • Revendedora de cosméticos
  • Agência de casamentos
  • Aluguel de roupas para festas
  • Banca de jornal
  • Barbearia
  • Loja de brinquedos
  • Hamburgueria
  • Lojas de estampas em produtos
  • Chaveiro
  • Copiadora
  • Creperia
  • Creche
  • Loja de bijuterias
Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *