5 serviços do futuro que já são sucesso no presente

Realidade aumentada, big data, inteligência artificial. Os recursos são inúmeros para quem quer investir em produtos e serviços do futuro, mas que já são realidade para muitos empreendedores.

Na ABF Franchising Expo 2018, não faltaram exemplos da aplicação da tecnologia nos negócios. Visitamos alguns estandes e experimentamos soluções inovadoras. Além de conhecermos modelos promissores para os empreendedores mais antenados com o futuro.

A seguir, listamos cinco dessas empresas, que estão apostando alto na modernização dos processos e em produtos que prometem ganhar ainda mais público nos próximos anos.

Realidade virtual para ensinar inglês

A Beetools é uma escola de idiomas disruptiva. “O que fazemos é trazer inovação e tecnologia para o mercado de educação”, diz Fabio Ivatiuk, CEO da marca.

A escola utiliza realidade virtual (VR), Gamificação, Big Data, metodologia Flipped Classroom e inteligência artificial (AI) para auxiliar no ensino da língua inglesa.

O projeto foi lançado na ABF Franchising Expo, pela startup Beenoculus, pioneira no mercado de realidade virtual no país. Cinco unidades da Beetools começam a operar já este mês, em Curitiba (PR). E 15 franquias contratadas vão abrir suas portas até dezembro no Paraná, Minas Gerais e São Paulo.

“Muita gente fala em como a tecnologia vai mudar o futuro da educação. Mas acreditamos que esse futuro é hoje, agora. A educação hoje ainda é analógica, e as pessoas são digitais.”

Segundo Fabio, a aceitação do modelo na feira foi ótima. “Muitas pessoas se identificam com o propósito que oferecemos. A maioria já passou por várias escolas e todos entendem a importância de aprender inglês.”

A união de tecnologia e educação, para Fabio, é um caminho sem volta. “É uma nova era, uma disrupção. Todo mundo vai precisar seguir ou vai acabar ficando para trás.”

Plataforma de inteligência artificial

Com a missão de simplificar o mundo dos negócios, a TOTVS desenvolveu uma plataforma de inteligência artificial. Apelidada de “Carol”, a ferramenta oferece insights para que o empreendedor tome decisões sobre preço e concorrência. E vender mais para o seu cliente.

“Trazendo assim mais rentabilidade para o seu negócio. Isso inclui desde o cliente que tem uma lojinha até o que tem mil lojas. Conseguimos atingir todos os clientes, democratizando IA para todo mundo”, explica Rafael Brum, arquiteto digital da TOTVS e especialista no varejo.

Mundo geek e computação gráfica

A Gracom começou em 2008, em Feira de Santana, Bahia. Hoje, são mais de 25 unidades pelo Brasil. A marca é a primeira rede de franquias no país a atuar no segmento de Efeitos Visuais. Oferece cursos que formam profissionais para atender às necessidades de áreas em crescimento, como Games e 3D.

“Nós somos um centro autorizado Adobe. Ou seja, utilizamos uma didática direcionada totalmente aos softwares Adobe. Desde o Photoshop até as partes mais avançadas como 3D e efeitos visuais”, conta Diego Monteiro, CEO da marca.

Ele ressalta que há uma demanda muito grande no mercado por esse tipo de capacitação. “Com as novas tecnologias e a internet cada vez mais acessível, fomos ganhando mercado. E criando uma disrupção.”

Há 10 anos, a Gracom já apostava em computação gráfica. Hoje, Diego lembra: “Começamos há 10 anos, quando era até pejorativo falar em geek e computação gráfica.”

Para Diego, nos próximos cinco anos a demanda só tende a aumentar. “Estaremos nadando num oceano azul, porque redes sociais, Youtube, Facebook estão cada vez mais crescendo, e com eles a demanda de mão de obra. É um mercado gigantesco.”

Big Data para tomar melhores decisões

No estande da Cielo, o diretor de franquias Hynde Fonseca mostrou algumas soluções para franqueadores e franqueados. Uma delas utiliza big data.

“Na Cielo nós temos praticamente 50% de share de mercado e presença em 99% dos municípios brasileiros. Além disso, 10% do PIB nacional transaciona por meio dos nossos equipamentos. Ou seja, temos muita informação dentro de casa.”

A partir disso, a empresa tomou a decisão de compartilhar toda essa informação com os parceiros, para que eles pudessem tomar melhores decisões.

“Isso é o nosso Big Data. Hoje conseguimos apoiar franquias disponibilizando dados que as ajudem a fazer seu processo de expansão. Elas podem identificar qual bairro, rua ou corredor do shopping tem melhor fluxo financeiro para aquele negócio. Ou como ela está em relação aos seus principais concorrentes.”

Ensino de Robótica Educativa

A Tron é uma escola que proporciona uma experiência ímpar com a robótica. Faz uso de ferramentas tecnológicas para ampliar o ensino e aprendizado da tecnologia.

O método é baseado em uma metodologia de ensino transversal, correlacionando a inserção tecnológica com outras áreas do conhecimento. Também prevê o uso da motivação, problematização, teoria e prática, todas no mesmo cenário temporal.

Gildario Dias, CEO da marca, explica que, mais do que uma franquia, a Tron na verdade é uma filosofia.

“Antes de pensar na ideia de franquia nós construímos um movimento que pretende organizar o ensino de robótica no Brasil. Uma vez organizado esse movimento, criou-se a necessidade de uma empresa que o entregasse funcionando.”

Assim nasceu a proposta de Tron Ensino de Robótica Educativa, que prevê preparar os alunos hoje para que num futuro próximo eles possam se adequar às mudanças tecnológicas que estão por vir.

Para Gildario, esse setor é muito promissor. Em um ano, ele já está fechando seis franquias.

“A área de tecnologia como um todo, principalmente de robótica, é muito rápida. O retorno para quem quer investir é mais interessante, porque ele consegue ter um feedback mais rápido e entender em poucos meses se o negócio dele vai ser promissor ou não.”

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *