5 maneiras eficazes de gerir funcionários no coworking

Saber gerir funcionários no coworking é tão importante quanto o planejamento e a estrutura física do local. Ter um local de trabalho agradável e funcionários satisfeitos gera melhores resultados para as empresas, que passaram a investir cada vez mais em um bom clima organizacional.

gerir funcionários no coworking (1)

Em um coworking, ambiente que engloba o uso compartilhado de vários espaços, o gerenciamento dos funcionários merece ainda mais atenção do que em outro tipo de negócio. Com exceção da equipe de limpeza, o time deve ser formado por profissionais multitarefas, ou seja, que saibam realizar todas as demandas essenciais do escritório.

Ter funcionários felizes significa ter uma equipe engajada e interessada no crescimento da empresa.

Bruna Lofego, CEO da rede CWK Coworking
Bruna Lofego, CEO da rede CWK Coworking

“A gestão de funcionários é uma das maiores preocupações, pois ter uma equipe coesa e motivada aprimora a performance dos colaboradores e melhora os resultados. No caso do coworking, além de valorizar o bem-estar dos colaboradores, é preciso investir em uma equipe multitarefa para atender às mais variadas necessidades, já que é um espaço que abriga clientes de diversos perfis.”

Quem explica é Bruna Lofego, CEO da rede CWK Coworking. A seguir, confira dicas eficazes para gerir uma equipe de coworking, segundo a especialista.

Comece com uma equipe reduzida

Durante os primeiros meses, a administração do coworking pode ser feita por apenas dois profissionais fixos: uma recepcionista e um gestor, que pode ser o próprio dono.

“O profissional que ficar na recepção dará suporte ao gestor, ficando responsável por atender ligações e solicitações de clientes, passar propostas de valores e planos caso alguém solicite, e etc. Nesse processo, é importante que os dois saibam realizar juntos toda a administração e a parte financeira do escritório”, comenta Bruna.

Segundo ela, o entrosamento de ambos e o espírito de equipe deve estar muito bem alinhado nesse período inicial, para garantir o bom funcionamento do local.

No início, como a demanda de clientes é menor, a limpeza pode ser feita por uma diarista. Essa pessoa poderá trabalhar três vezes na semana, durante meio período.

Tenha profissionais multitarefas

À medida em que o escritório for crescendo, a demanda aumentará, e mais profissionais de outros setores deverão ser contratados. Nessa fase, será necessária a contratação fixa de uma faxineira, pois o volume de cuidados com o espaço aumentará.

“A seleção da equipe merece uma atenção especial, porque os profissionais precisam ser multitarefas, ou seja, devem saber realizar todas as tarefas essenciais do escritório”, ensina a especialista.

“Dessa forma, o gestor delega e divide as atividades entre todos, e faz com que a gestão fique descentralizada, porém organizada. Com o andamento das contratações do espaço, ficará mais fácil perceber quais atividades precisam de mais atenção e quais contratações extras são necessárias”, enfatiza a CEO da rede CWK.

Ofereça treinamento constante

O mercado está a cada dia mais volátil e dinâmico. Por isso é fundamental oferecer uma atualização constante para a equipe.

Além de contribuir para a evolução operacional da empresa, o treinamento melhora o desempenho dos funcionários. Também mostra que a corporação se preocupa com o crescimento e a maturidade profissional.

“Quando você investe na qualificação de um funcionário, você demonstra o quanto ele é importante para a corporação. Consequentemente, aumenta a sua motivação e sua excelência operacional”, avalia Bruna.

Invista no bem-estar da sua equipe

As grandes empresas já perceberam que funcionários felizes geram mais resultados, faltam menos ao trabalho e ficam doentes com menos frequência.

“Lembre-se que todo mundo gosta de ser tratado com respeito. Ouça a opinião dos funcionários e encoraje a equipe a expor suas ideias, para que a comunicação funcione bem dentro da empresa.”

“Não hesite também em reservar um local específico para coffee break, em que todos possam desfrutar de pequenas pausas para descontração”, acrescenta a especialista.

Defina processos operacionais

Estabelecer processos na empresa pode ser tão trabalhoso quanto manter a operação ativa. No entanto, eles são fundamentais para o bom funcionamento do negócio.

“Com isso, é possível evitar atrasos, retrabalho e minimizar riscos com erros causados por colaboradores que não entendem claramente seu papel na operação da empresa.”

Para Bruna, o ideal é incluir a equipe nesse mapeamento, estabelecer os processos e acompanhar se eles realmente estão sendo colocados em prática.

“Comece com processos mais simples, depois adote os mais complexos, até o sistema tomar conta da empresa”, ensina.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *