5 dicas para investir em uma franquia em 2018

Investir em uma franquia é um dos assuntos mais comentados do momento, no mundo do empreendedorismo. Talvez porque o setor cresceu acima da inflação em 2017. E ainda vai crescer mais.

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) revelou um faturamento de R$163 bilhões em 2017. Um crescimento de 8% em relação ao ano anterior. No ano passado, as franquias conseguiram elevar em 1% o número de empregos gerados. E ao todo, empregam em torno de 1,2 milhão de trabalhadores diretos.

Se investir em uma franquia também é uma meta sua, fomos atrás de um especialista para ajudar. Conversamos com o vice-presidente da ABF-RJ e sócio-diretor do Grupo Alento Franchising, Luiz Felipe Costa. Ele é responsável pelas redes de franquias Billy The Grill, Vizinhando e Naa! Sushi.

investir em uma franquia
Luiz Felipe Costa, vice-presidente da ABF-RJ e sócio-diretor do Grupo Alento Franchising

Para Luiz Felipe, o setor no Brasil é resiliente. A cada ano, na contramão da crise, apresenta crescimento e contribui significativamente para a economia do país. “Com a melhora de vários indicadores macroeconômicos e a leve redução da taxa de desemprego, o consumo vem, moderadamente, reaquecendo”, explica.

Ele lembra que, o Indicador de Confiança do Consumidor (ICC) teve alta de 4% em janeiro de 2018 em relação ao ano anterior. Foi o que divulgaram o SPC Brasil e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). “O reflexo dessa maior confiança no bolso do consumidor impactou positivamente as franquias em geral.”

Para o pequeno empreendedor, investir em uma franquia pode ser um bom negócio. Luiz Felipe Costa concorda que a franquia é uma excelente opção. A expansão desse modelo se deu muito porque, para superar a crise em 2017, as redes tiveram que se desenvolver e melhorar processos para garantir bons resultados.

“O novo empreendedor que buscar uma rede de franquias para abrir o seu negócio sai na frente com esse aprendizado e pode ter muitos benefícios já partindo de um modelo testado.” Luiz lembra que as franqueadoras estão investindo na capacitação e no desenvolvimento de seus franqueados. E também na melhoria da comunicação com o cliente. Assim, podem ajudar o novo empresário com o conhecimento e as melhores ferramentas para ele ter sucesso na gestão do novo negócio.

Para muitos, esse fato de ser um modelo pronto é uma grande segurança. É mais seguro do que criar um negócio do zero. “Optando pela franquia o empresário estará focado em executar processos e fazer a gestão do negócio com um modelo que já deu resultado. A curva de erro e aprendizagem fica otimizada. Assim, as possibilidades dele retornar o seu investimento e não perder recursos com erros comuns melhoram muito”, conta o vice-presidente da ABF-RJ.

Franquias que mais crescem

Para Luiz Felipe, há boas oportunidades e bons negócios para todos os bolsos e gostos. “Considero que o mais importante é fazer conta e ter além do investimento inicial uma reserva para capital de giro. Tendo uma visão bem conservadora em relação a perspectivas de resultado do negócio.”

Ele lembra que o segmento de alimentação tem ótimas tendências para esse ano. “É sempre um segmento que cresce e se destaca. Os investimentos variam de acordo com o modelo de operação que pode ser desde um quiosque a uma loja.”

Além da alimentação, segundo Luiz Felipe, o setor de serviços vai continuar crescendo de forma progressiva, com a melhoria do cenário econômico. “A área da saúde e as clínicas médicas populares devem se destacar ainda mais, segundo os dados da ABF. Já que este é um setor que sofre com a carência de apoio público. Outro segmento que deve crescer é o de turismo e hotelaria.”

Investir em uma franquia em 2018

De acordo com o empresário, para 2018, as expectativas são positivas. Tanto para o setor de franquias quanto para o varejo de maneira geral.

A projeção da ABF é de um crescimento do faturamento do sistema de franchising entre 10% e 11% este ano. “Como sempre acontece, o fast food deverá ser destaque entre os melhores desempenhos em 2018. Deve acompanhar o reaquecimento da economia e crescer ainda mais”, projeta Luiz Felipe.

Ele acredita que o franchising no Brasil vai continuar crescendo. Para ele, as reformas políticas, como a trabalhista e a tributária, em conjunto com a melhoria da economia poderão acelerar o varejo e o franchising.

“Mas para as franquias há um grande desafio também, que é amadurecer”, ressalta. Segundo ele, para crescer as empresas terão que:

Se empenhar em aprimorar suas redes

Oferecer treinamentos aos seus franqueados

Diminuir seus custos

Lançar novos produtos

Melhorar muito a experiência de consumo no ponto de venda

“Os empreendedores terão que estar cada vez mais preparados para impulsionar as redes. Buscando desenvolver suas competências de gestão. As franqueadoras estarão cada vez mais exigindo deles um perfil com mais engajamento e atuação.”

Dicas para investir

Pedimos ao especialista para listar cinco dicas para investir em uma franquia e explicar cada uma delas. Mas, antes de você ler, ele avisa: “Vou falar de questões mais comportamentais e fugir um pouco das questões técnicas”. Confira valiosas dicas!

1) Prepare-se para empreender

“Quem quer ser empresário precisa estar preparado não só financeiramente. Precisa estudar, desenvolver suas competências para junto com um bom franqueador executar processos e gerar resultados para o seu negócio.”

2) Pesquise

“São muitas as ofertas no mercado de franquias. Busque redes que tenham um propósito que te atrai e que desde o início do relacionamento com o franqueado demonstre compartilhar dos mesmos valores que você defende e pratica para sua vida. É preciso ter ética, transparência desde o início.”

3) Encontre alguém em quem você possa confiar

“Isso mesmo, a base de um bom negócio será sempre a confiança. Empresas que têm um clima de confiança tendem a gerar mais resultados por que não há perda de energia com dúvidas.”

4) Dedique–se

“Se você pensa em investir em uma franquia para descansar, esqueça. Redefina o que é qualidade de vida para você porque ter uma franquia demandará muito trabalho e dedicação ao negócio. O que não significa que você não será feliz com tanto trabalho (risos).”

5) Não desista

“Esteja sempre disposto a reconhecer que sempre há algo a mais para aprender e diante dos erros e dificuldades, não esmoreça, peça ajuda se necessário.”

Mais dicas sobre franquias

Como abrir uma franquia: confira o passo a passo

Como transformar uma empresa em franquia

Como escolher uma franquia: cuidados que você precisa ter

4 microfranquias a partir de R$15 mil para investir

As 50 melhores franquias no Brasil

Franquias de sucesso: qual é o segredo?

Franquias baratas: opções para investir

Abrir uma franquia é um bom negócio?

Franquia ou licenciamento: entenda a diferença

Franquia ou representação comercial: como escolher

Riscos de investir em uma franquia

SPC E SERASA: COMO FUNCIONA E QUAL A DIFERENÇA?

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *