15 startups de sucesso no Brasil para se inspirar

As startups de sucesso são resultado de iniciativas que combinaram um grande insight, coragem de errar, determinação e resiliência. Basicamente, startup é um modelo de empresa inovadora que busca negócios escaláveis e repetíveis. E seus mentores são na maioria jovens empreendedores.

Conhecer histórias de sucesso dentro do universo de startups pode ser uma boa fonte de inspiração. Com isso você pode aprender com os erros já cometidos e se inspirar para também tirar a sua startup do papel.

No Brasil há vários exemplos de startups de sucesso. Em todos os casos, empreendedores focaram em uma ideia inovadora para resolver um problema existente no mercado.

Essa é a premissa para que sua empresa tenha o mesmo sucesso. Mas além disso, há vários outros fatores que podem te fazer chegar até o topo. Vamos aprender juntos?

startups de sucesso

Para você se inspirar em startups de sucesso, preparamos uma lista de empresas brasileiras que já fazem grande sucesso no mercado. Confira!

Leia também: Fique ligado nas tendências 2018 para startups!

Buscapé

É um comparador online de preços e veio ao mundo em 1999. O investimento inicial foi simplesmente R$400 do seu fundador, Romero Rodrigues, e três colegas.

Após vencer a desconfiança de varejistas, que não queriam abrir seus preços para comparação, o site caiu rapidamente nas graças do consumidor. Tornou-se uma das principais plataformas do comércio eletrônico brasileiro.

O Buscapé tornou-se o maior site de comparação de preços da América Latina.

Easy Taxi

Lançado no mercado em abril de 2012 pelo mineiro Tallis Gomes, Easy Taxi é um dos cases mais bem sucedidos de nossa lista. Com o princípio básico de ligar taxistas a quem precisa de um táxi, o aplicativo para celulares cresceu. E vem crescendo de forma muito rápida.

Um dos segredos são os constantes e milionários aportes que a startup recebe de investidores. Hoje, com seus mais de 90 mil taxistas e mais de 3 milhões de usuários, o Easy Taxi atue em 29 cidades do exterior e em 27 cidades do Brasil.

Resultados Digitais

A empresa iniciou suas atividades em 2011, com sede em Florianópolis. Seu produto é um software de gestão de marketing digital, o RD Station.

Ele oferece: e-mail marketing, gestão de mídias sociais, landing pages, gestão de leads, SEO, automação de marketing e análise de performance. Tudo integrado de uma forma simples e poderosa.

Este foi o motivo para ter recebido um aporte do Fundo DGF Inova, que identificou na empresa a capacidade de crescer rapidamente e transformar o marketing de empresas.

Em maio deste ano, visitamos o RD on the Road, evento organizado pela Resultados Digitais. Confira a entrevista com André Siqueira, um dos fundadores.

TruckPad

Voltado para caminhoneiros, o aplicativo foi fundado por Carlos Mira, um ex-investidor. A ideia nasceu após uma aula em Stanford, na qual ouviu do professor que o futuro da tecnologia unia as ideias mobile, social e cloud. Nasceu assim o projeto de uma rede de caminhoneiros, englobando serviços e ofertas.

O TruckPad é uma ferramenta que auxilia os caminhoneiros a conseguirem cargas e vice-versa.  O aplicativo é voltado para cerca de 1 milhão de caminhoneiros que são donos dos próprios caminhões, sem vínculos com transportadoras.

Eles escolhem suas cargas, entre as diversas ofertadas, de acordo com o tamanho, destino e valor do pagamento.

Quer investir em startups? Entenda como funciona!

Meus Pedidos

Um aplicativo para aposentar o talão de vendas, blocos e planilhas. Foi criado em Santa Catarina e funciona em tablets e smartphones. Permite que o vendedor faça um histórico de seus negócios, anote detalhes das visitas e tenha o mapa do local da transação. Dessa forma ele adquire um registro da evolução de suas vendas, comissão e desempenho.

Em três anos, a empresa conquistou mercado no Brasil e em países como Venezuela, Portugal e Espanha. Além de receber um investimento Series A da Monashees e Qualcomm.

Sambatech

Destaque no mercado de distribuição de vídeos ao vivo, a startup integra o MIT Startup Exchange, programa exclusivo do MIT (Massachusetts Institute of Technology) com uma tecnologia própria.

Esta é apenas uma das grandes conquistas desta empresa mineira que oferece soluções para mais de 500 clientes em oito países. Possui escritórios em Belo Horizonte, São Paulo, Miami e Buenos Aires. Reconhecida como “o YouTube para empresas”, recebeu investimento da DFJ FIR Capital.

No .Futuro, evento que aconteceu nos dias 17 e 18 de maio no Rio de Janeiro, conversamos com Pedro Filizzola, diretor de marketing da Samba Tech.

ClickBus

A plataforma oferece passagens rodoviárias pela internet, com bilhetes para mais de 3.500 destinos. Sem cobrar taxa de conveniência do passageiro. Basta escolher o trecho pelo site e retirar a passagem no guichê da companhia.

Surgiu em 2013 e recebeu, entre os diversos aportes, investimento da Rocket Internet.

Chaordic

A Chaordic, empresa especializada em personalização para e-commerce, em cinco anos cresceu de seis para 120 pessoas. Com isto se pode ter uma ideia do sucesso da plataforma que criou algoritmos para recomendar às pessoas alguns produtos de que elas possam gostar.

O objetivo é aumentar a taxa de conversão das lojas virtuais. Hoje, o Chaordic tem 15 dos 20 maiores players de e-commerce entre seus clientes.

Kekanto

Um indicativo de restaurantes e lugares de grande qualidade no mercado, o Kekanto tem como meta ser “alguém” de confiança para poder dar dicas aos amigos de seus usuários.

Presente em 15 países, recebeu aporte milionário do fundo brasileiro W7 Brazil Capital, além dos fundos Accel Partners e Kaszek Ventures.

Zero Paper

São 450 mil usuários usando esse sistema de gestão financeira. Pode ser usado por quem não tem qualquer conhecimento de finanças. A startup brasileira foi comprada recentemente pela Intuit, companhia americana de softwares de gestão financeira.

O produto da Zero Paper é direcionado a profissionais autônomos, empreendedores individuais e microempresas, e pode ser acessado pela internet gratuitamente ou por meio de pacotes de serviços.

Conta Azul

Do mesmo segmento da Zero Paper, a Conta Azul é uma startup que já se tornou referência internacional, sendo citada em matérias como da prestigiada revista Forbes. O motivo? Talvez a Conta Azul seja a primeira startup brasileira a conquistar o bilhão.

Fundada em 2011, oferece um software de gestão totalmente online, com foco em micro e pequenos empresários. Participou de várias rodadas de investimento, inclusive no Vale do Silício. Já são mais de 400 mil empresas que contam com os seus serviços.

Rock Content

Fundada por três experientes profissionais do mercado de Marketing Digital, a Rock Content hoje é referência em marketing de conteúdo. Eles acreditam na evolução do relacionamento entre pessoas e empresas, por meio de conteúdo de qualidade.

Conversamos com Vitor Peçanha, um dos fundadores da startup, que chama a atenção não só de clientes, mas também de investidores.

Descomplica

O Descomplica foi criado em 2011 pelo professor de física Marco Fisbhen. Com foco no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), é a maior plataforma online de educação do Brasil.

A empresa recebeu investimento do investidor do Facebook, Peter Thiel, e de diversos fundos do Vale do Silício.

GetNinjas

Fundado em 2011, o GetNinjas funciona como uma plataforma para contratação de serviços como reformas, limpeza, assistência técnica, entre outros.

Eduardo L’Hotellier é o cofundador e CEO da empresa, que foi eleita no ano passado a melhor startup brasileira de 2012 pelo The Next Web.

GuiaBolso

É um aplicativo de gestão financeira que ajuda milhares de pessoas a controlar os gastos e usar melhor seu dinheiro. Ele oferece ferramentas que permitem ficar a par do orçamento em tempo real.

É uma das startups mais promissoras do país, por ter identificado uma necessidade do público em geral e oferecido uma solução prática e simples de usar.

O que as startups de sucesso têm?

Observando a fundo a história dessas startups de sucesso, podemos listar alguns pontos em comum. Não há uma fórmula mágica, um segredo do sucesso. Mas existem algumas características essenciais que aumentam as chances de chegar ao êxito.

Muitas startups prestam serviços para outras empresas, o famoso B2B (business to business – empresa para empresa). E hoje é grande o número de multinacionais e grandes empresas que, em vez de gastarem tempo e dinheiro procurando a solução para um problema, contratam uma startup para fazer isso.

Se você pensa em ter uma startup, pense que ela deve ser atrativa para o público. Seja uma empresa ou um cliente pessoa física. A seguir, listamos cinco pontos que as empresas buscam nas startups.

⇒ Inovação

A inovação está no DNA das startups de sucesso. Estar sempre se renovando e buscando o novo é essencial. Inovar é o grande desafio de empresas maiores e mais tradicionais. Por isso as startups preenchem esse espaço.

⇒ Demanda

É importante que a sua startup venha atender a uma demanda existente e significativa do mercado. Não adianta querer vender algo que ninguém quer comprar. Vale lembrar que essa necessidade pode não estar tão visível para todos, mas precisa existir.

⇒ Pessoas

Foi-se o tempo em que ideias eram creditadas a empresas de forma geral, sem um nome de alguém por trás. Hoje, valoriza-se o conhecimento das pessoas envolvidas no projeto. Ao contratar uma startup, as empresas querem olhar para as pessoas que estão por trás da grande ideia. E isso envolve o dono da ideia responsável por gerar inovação e também todo o time que coloca em prática.

⇒ Flexibilidade

Esqueça os modelos fechados e tradicionais, onde a burocracia para mudar algo impedia ou atrasava qualquer mudança. Nas startups, a regra é o famoso “pivotar”. Colocar a ideia em prática, ver a aceitação e rapidamente fazer os acertos para melhorar. É por isso que é preciso ter flexibilidade para, se preciso, abandonar aquela ideia que você tinha certeza absoluta que ia dar certo.

⇒ Resultado

Esse é um dos principais pontos. Se você quer um investidor, precisa mostrar bons resultados. Se uma startup dá bons frutos, pode ter certeza que isso enche os olhos dos investidores. Mesmo que pequenos, resultados positivos representam um bom indício de que o negócio tem potencial.

Maiores dificuldades das startups

Empreender, em qualquer negócio, não é fácil. A lista de dificuldades pode ser grande, e é preciso passar por todas elas. Para você ter uma ideia, fizemos uma pesquisa entre os expositores de startups da Feira do Empreendedor 2018, realizada em São Paulo.

No gráfico abaixo, reunimos as principais dificuldades de quem já conseguiu abrir sua startup, segundo os participantes.

Nós conversamos com os expositores para entender quais as maiores dificuldades na hora de abrir uma startup no Brasil. Veja o que eles contaram:

Como se planejar para ter uma startup de sucesso?

Vamos dizer que você já tem uma ideia e quer abrir uma startup. Então, você precisa se planejar!

Rodrigo Galvão, professor aqui no portal, compartilhou uma forma de planejamento que ele usa muito dentro do Sebrae e em consultorias. Você pode usar esse planejamento tanto para uma área específica da sua startup quanto para o seu mercado de forma geral.

Basicamente, você precisa estipular:

 Objetivos – O resultado, aquilo que você quer alcançar.

 Estratégias – Como você vai fazer para alcançar o objetivo.

 Indicadores – Se você quer aumentar vendas, qual é o seu indicador principal? Número de vendas.

 Metas – Muita gente define os itens anteriores, mas esquece da meta. A meta é tangível, por exemplo um número de vendas que você quer chegar.

 Prazos – Há uma diferença entre vender 100 produtos em um dia, um ano ou dez anos. Defina prazos!

 Responsáveis – Quem será responsável por cada etapa do seu planejamento.

Escute o podcast abaixo e descubra como levar sua startup do zero ao sucesso!

Dicas para tirar sua startup do papel

Aqui no portal, já publicamos 5 dicas que você precisa saber antes de empreender e os 3 pilares fundamentais de uma empresa de sucesso. O post com as 7 dicas para empreendedores de tecnologia também pode ajudar a tirar sua ideia do papel e transformar em uma startup.

Já a Sandra Elisabeth, diretora da Sýndreams Aceleradora de Empresas e Startups, falou aqui sobre uma metodologia bem interessante: Lean Startup.

De acordo com esse método, para uma ideia ser transformada em um negócio lucrativo, sem desperdício de tempo e de recursos, é necessário seguir os seguintes passos:

Lean Startup

Nesse post, ela explica cada uma dessas etapas e como você pode usar o Lean Startup para pivotar sua ideia o mais rápido possível!

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *