11 mandamentos do Bope para ser um 'empreendedor de elite'

O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) é uma força especial da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ). Mas, se você acha que as atividades desse grupo seleto de policiais se resumem apenas a operações de segurança, vamos mostrar que não.

O subtenente Soares tem motivado muitos empreendedores com suas palestras. Aqui, ele listou 11 mandamentos do Bope que todo empreendedor pode seguir.

No início de 2001, Soares terminava o Curso de Formação de Soldados da Policia Militar. Naquele momento, pensava sobre para qual quartel seria designado, e qual seria o tipo de policiamento que faria.

Ele conta que, certa manhã, presenciou uma pequena fração de tropa do Bope correndo no interior das dependências da Escola de Polícia. “Cantavam uma canção com enorme energia: ‘Faço parte de uma tropa, que tem fibra e moral, disciplina elevada, tropa operacional’. Demonstravam força.”

Foi aí que ele decidiu ser voluntário. Pesquisou o trabalho dos homens de operações especiais. Missões de alto risco, treinamentos técnicos, táticos e físicos. E hoje lembra com precisão: “Comecei minha jornada no batalhão em 10 de abril de 2001.”

Palestra do SubTenente Soares - Bope
Subtenente Soares, do Bope, dá palestras em que compartilha lições de empreendedorismo

Bope e empreendedorismo

O subtenente Soares considera o batalhão uma fábrica de empreendedores, fazendo uma analogia ao mundo do empreendedorismo.

“O conceito que tenho de empreendedorismo é espírito voluntário, vontade de realizar um negócio diferenciado, inovador, trabalho duro, atingir a realização, alcançar bons resultados, busca de conhecimento contínuo. Isso é o Bope, uma unidade escola de empreendedorismo.”

No universo de Operações Especiais, ele destaca algumas atividades inerentes também ao empreendedor. Gerenciar ocorrências de alto risco, operar em situações de extrema tensão para objetivo principal de aplicar a lei, restabelecer a ordem e salvar vidas.

Foco e disciplina

O Bope é conhecido por valores como foco e disciplina. Lições que podem ajudar muito o empreendedor.

“Como pode um soldado ir para a batalha sem foco na vitória, sem disciplina de preparação, sem estratégia, sem treinamento?”, questiona Soares.

E compara: “O empreendedor vence uma batalha por dia, pois enfrenta um mercado exigente, globalizado, bem informado, trabalhando focado no seu negócio, disciplinado nos processos, estudando ou treinando, agindo e vencendo!”

Para o subtenente, alguns pontos são determinantes para o “sucesso de uma operação”.

“Pressupondo que o combatente está treinado, equipado e focado, deve considerar cada operação como um novo desafio, respeitando a experiência sem arrogância do tudo saber, tendo a humildade de aprender com nova batalha.”

Trabalho em equipe

O empreendedor, principalmente o pequeno, costuma tocar o negócio praticamente sozinho. Mas, com certeza em algum momento vai precisar da ajuda de alguém. Um segundo sócio, um funcionário, um fornecedor. É aí que ele vai descobrir a importância do trabalho em equipe.

“Pensando nos cursos e treinamentos do Bope, somos treinados a andar em duplas, porque no enfrentamento das ocorrências, melhoramos nossa proteção dentro da área de responsabilidade de cada um. Então por que o empreendedor combate sozinho?”

Para Soares, todos, em algum momento da jornada, precisam de ajuda. Seja um segundo sócio de confiança, um bom funcionário ou um fornecedor comprometido com a causa da pequena empresa.

“Para isso, precisamos de um ‘canga’, jargão do Bope para o camarada que nos acompanha, lado a lado.”

Segundo o subtenente, uma equipe de alta performance precisa ter espírito aguerrido de seguir em busca da excelência. “Para tal, terá de suar a camisa para conquistar metas que por vezes parecem inatingíveis.”

Os 11 mandamentos do Bope

O subtenente Soares indica os 11 mandamentos do Bope, autoexplicativos, para quem encara o desafio diário de empreender.

“Reflita sobre eles no seu dia a dia, e perceba como tem se comportado diante dos seus desafios no empreendedorismo“, ele indica.

→ Agressividade controlada

→ Controle emocional

→ Disciplina consciente

→ Espírito de corpo

→ Flexibilidade

→ Honestidade

→ Iniciativa

→ Lealdade

→ Liderança

→ Perseverança

→ Versatilidade

Assim como os soldados do Bope passam por um forte treinamento, para o empreendedor a capacitação é fundamental.

“A capacitação habilita a lidar com as operações especiais, a capacitação é sair do convencional e tornar-se especial, não ser melhor ou pior do que alguém, é estar pronto para a missão, ou seja, preparado. Missão dada, missão cumprida!”

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *