O que é Retargeting? Quais as principais ferramentas para o uso dessa estratégia?


Quem tem uma loja virtual e quer garantir o êxito desse negócio deve contar com uma boa plataforma e uma boa hospedagem de site.

Se a plataforma em questão for o WordPress, o serviço de web hosting, nesse caso, pode ser a hospedagem WordPress.

https://www.weblink.com.br/hospedagem-wordpress

Esse tipo de hospedagem traz vários recursos vantajosos para a sua loja online, como, por exemplo, plugins, backups, certificado SSL e mais velocidade de carregamento para o seu site.

No entanto, mesmo com uma boa hospedagem de site e outros recursos capazes de turbinar o seu e-commerce, pelos mais variados motivos, muitas vezes os clientes abandonam o carrinho de compra.

Sendo assim, é aí que você tem que colocar em ação uma estratégia de marketing conhecida como Retargeting ou também mais conhecida popularmente como Remarketing.

Por meio dela, é possível mostrar anúncios segmentados aos usuários que já interagiram com o seu negócio, seja no site ou também em outros canais, como ferramentas de busca e redes sociais.

Imagine então que um visitante chega até ao seu e-commerce. O realizar essa visita, a sua loja (que deve estar devidamente adaptada para essa estratégia) instala um cookie no navegador e, com isso, é possível coletar os dados de navegação desse visitante.

Se ele acessar uma página de produto, porém, não concretizar a ação de compra, o retargeting possibilita encontrá-lo mais tarde, acionando o cookie.

Por isso que ferramentas como o Google Ads e o Facebook Ads sabem qual anúncio deve ser mostrado, conforme o comportamento previamente demonstrado do usuário.

Com isso, a estratégia possibilita realizar uma elevada segmentação dos anúncios, tornando-a mais eficiente.

Com isso, se você mesmo já acessou um e-commerce, visitou a página de um determinado produto e logo depois reparou que esse produto o estava “perseguindo”, parabéns, isso é o Retargeting.

Você sempre junto do cliente

Na hora em que você optar por essa estratégia, é bom ter em mente que existem dois tipos de Retargeting. Vamos ver sobre eles?

Retargeting baseado em pixels

Possibilita exibir mais vezes o seu material para qualquer visitante anônimo que acessou o seu e-commerce. Esse é o tipo de retargeting mais conhecido, pois quando algum usuário acessa o seu site, um pixel é inserido no navegador.

Ao sair do site para navegar em outros sites, esse cookie avisa as plataformas de retargeting para veicular anúncios com base nas páginas específicas que eles visitaram em seu e-commerce.

O benefício desse tipo de retargeting baseado é que ele tem por parâmetro o comportamento do consumidor, o que torna a sua estratégia ainda mais segmentada.

Retargeting baseado em lista

Atua após você já obter informações de contato de alguém que está em seu banco de dados.

Ao utilizá-lo você realiza o upload de uma lista de endereços de e-mail. Com isso, a plataforma vai identificar os usuários dessa rede que possuem esses endereços e veicular anúncios de retargeting apenas para eles.

Conheça algumas ferramentas de Retargeting

Como o retargeting é a estratégia que mostra que o usuário entrou no seu site e permite que você volte a atingir esse possível cliente por meio de campanhas específicas, é importante contar com algumas ferramentas apropriadas para isso.

Se você está pensando em criar uma estratégia  para impactar clientes que já conheceram o seu produto, vale a pena conhecer as ferramentas abaixo.

AdRoll

Essa é uma das ferramentas mais conhecidas quando o assunto é a realização de uma estratégia de Retargeting. Por meio dela você terá condições de atingir possíveis clientes que já visitaram o seu e-commerce em qualquer lugar, seja no Google, Facebook, Yahoo, etc;

Uma das vantagens do AdRoll é o seu caráter intuitivo, facilitando ao máximo o trabalho tanto de usuários mais experientes quanto dos ainda iniciantes.

A ferramenta, a princípio, é de uso gratuito. Após certo período você define o quanto vai pagar conforme os anúncios que realizar.

Entre os recursos mais evidentes, está a possibilidade de você fazer retargeting por e-mail, bem como o mobile retargeting, que é a utilização dessa estratégia voltada para os dispositivos móveis.

Em uma época em que smartphones, iPhones e tablets estão nas mãos de vários clientes, esse recurso é mesmo muito importante para a eficiência do seu retargeting.

ReTargeter

Essa é uma ferramenta que já está há um bom tempo na estrada. Ela foi criada em 2009 e tem como uma das suas principais características a capacidade de refazer retargeting por meio de listas de e-mails.

Ela também permite que você tenha um relatório bem amplo a respeito dos seus clientes. Além disso, assim como a AdRoll, ela é bastante intuitiva.

Chango

Assim como a ReTargeter, essa também é uma ferramenta que já está há um bom tempo no mercado. Por essa razão, ela é utilizada por grandes varejistas do mundo inteiro.

Além disso, ela apresenta também um suporte de atendimento ao cliente de ótima qualidade.

Conclusão

Como você viu, é por meio do retargeting que você tem condições de “perseguir” o seu cliente, não o deixando sair do seu radar. Você em algum momento já deve ter percebido que isso acontece muito no Facebook, não é mesmo?

Portanto, para que essa estratégia seja realizada da maneira mais correta possível, não deixe de lado as ferramentas adequadas para esse tipo de ação.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *